Roth muda Flamengo para tentar reagir

Se o Flamengo não vencer o Brasiliense, nestes sábado, na Ilha do Governador, vai completar 40 dias sem vitória no Campeonato Brasileiro. Nesse caso, o emprego do técnico Celso Roth estaria sob ameaça. Afinal, ele começou a ser cobrado com mais rigor desde a última rodada, quando o time carioca não passou de um empate com o lanterna da competição, o Atlético-PR, no Rio.Roth não quis falar sobre o longo período sem um bom resultado. Mas deixou claro que os três pontos, neste sábado, são fundamentais para o Flamengo. O jogo na Arena Petrobrás começa às 18h10."A vitória tem de sair a todo custo. Precisamos melhorar na tabela e retomar nosso ritmo", avisou Roth, que armou o time pela primeira vez no esquema 4-4-2. Ele acredita que assim a equipe fica mais compacta. O Flamengo não poderá contar o zagueiro Júnior Baiano e o meia Renato, ambos suspensos pela justiça esportiva. Jônatas está contundido e também desfalca a equipe. Há uma expectativa no clube pela atuação do jovem Vinicius Pacheco, escalado para ser o homem de ligação entre o meio e os atacantes Jean e Obina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.