Roth não se ilude com vitória do Fla

Após a vitória sobre o Vasco, o técnico do Flamengo, Celso Roth, fez um desabafo sobre as ameaças que vinha sofrendo de ser demitido, caso o Rubro-Negro perdesse para o arquiinimigo. O treinador lamentou o fato de a maior parte dos dirigentes de futebol ser formada por amadores, o que prejudica o trabalho dos "profissionais" do esporte. "Existe um problema de avaliação do trabalho dos profissionais do futebol. Geralmente, quem avalia são os dirigentes, pessoas que estão no poder temporariamente", disse o técnico do Flamengo. "São raras as exceções. Aquelas que trabalham e vivenciam o dia-a-dia, já que muitas estão no clube e têm outra atividade profissional. Aí, a emoção fala mais alto na hora de decidir." Sobre o Flamengo, Roth frisou que a vitória sobre o Vasco não pode iludir a equipe. Lembrou que "ainda falta muito" para o Rubro-Negro alcançar o objetivo por ele traçado. "Conseguimos um resultado difícil por causa de um chute forte de um jogador que tem qualidade para fazer aquilo", disse Roth, referindo-se ao gol da vitória do Flamengo: um chute da intermediária do meia Souza, que estreou no time. "E enquanto estivermos procurando o nosso equilíbrio, a qualidade dos atletas será fundamental para decidir."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.