Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Roth quer vitória mesmo com Cruzeiro desfigurado

O Cruzeiro vai enfrentar o Coritiba com oito desfalques, mas o técnico Celso Roth garante que o objetivo da equipe é vencer o adversário no Estádio Couto Pereira, domingo, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador reconheceu que o time deverá ter dificuldades, principalmente para conter a velocidade da equipe paranaense, mas ressaltou a necessidade do time conquistar os três pontos para se recuperar do empate com o Fluminense, na última quarta-feira, em Belo Horizonte.

AE, Agência Estado

18 de agosto de 2012 | 10h42

"É um jogo em que o Coritiba, em seus domínios, é muito rápido, mesmo que tenha agora alguns problemas em sua equipe, alguns desfalques, como é de todo mundo, mas não muda a sua característica. Temos tido o cuidado de falar com os nossos jogadores a respeito disso, de que enfrentaremos dificuldades enormes lá. Mas, falando de Cruzeiro, a gente não lamenta as ausências, temos grupo para isso, e jogadores para colocar. Vamos a Curitiba respeitando o adversário, mas procurando o que é melhor, e o melhor no futebol é a vitória", disse.

Para conhecer melhor o adversário, Roth assistiu o empate do Coritiba por 2 a 2 com o Vasco, na última quinta-feira, no Rio. O treinador fez elogios ao time paranaense, mas lembrou que o Coritiba também tem oscilado no Campeonato Brasileiro em casa. Até agora, a equipe disputou oito jogos no seu estádio e conquistou apenas três vitórias.

"O Coritiba merecia até ter ganho o jogo. Assisti o jogo e gostei muito da equipe do Coritiba. Mas é um time que já teve dificuldades, por exemplo, contra o Corinthians, mesmo dentro de casa. Saiu ganhando o jogo e não conseguiu sustentar. Vem mudando muito o Coritiba. Mas, todo mundo está mudando. O Coritiba tem um jeito de jogar, principalmente no seu estádio. É um time que marca muito, se entrega muito, e sai numa velocidade muito grande. Então, nós temos que ter muito cuidado", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCruzeiroCelso Roth

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.