Roth só define ataque no vestiário

O técnico Celso Roth deixou em aberto a possibilidade de promover mudanças no ataque do Atlético-MG, que enfrenta nesta quarta-feira, às 20h30, o Internacional, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador pode escalar Guilherme no lugar de Fábio Júnior, cujo desempenho no time titular não tem agradado à torcida. Guilherme atuou durante o segundo tempo da sofrida vitória atleticana, por 1 a 0, sobre o Flamengo, no domingo, no Mineirão. O não aproveitamento do ex-titular atleticano nos últimos jogos gerou a suspeita de que houvesse algum problema no relacionamento entre Roth e Guilherme. Ambos, contudo, negaram qualquer tipo de atrito. Fiel ao seu estilo, o treinador mantém o mistério e promete divulgar o time que começa jogando somente no vestiário. ?Quem tem dois jogadores com essa qualidade tem o privilégio de escolher." Para Roth, a partida contra o Internacional significa um ?jogo de seis pontos", já que as duas equipes possuem o mesmo número de pontos (30). Com melhor saldo de gols, o time mineiro está em sexto lugar, seguido pela equipe gaúcha. No confronto desta quarta-feira, o técnico não terá Luiz Alberto, que cumpre suspensão automática pela expulsão contra o Flamengo. Por outro lado, poderá contar com o retorno de Scheidt e André Luiz, que ficaram de fora da última partida pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, Roth deverá manter o esquema 4-4-2, já que o grupo atleticano precisa de jogadores da posição. Contra o Flamengo, o treinador improvisou o volante Ferrugem no setor. Roth, porém, não descartou a possibilidade de mandar a campo um time com três jogadores na zaga. O atacante Alex Alves, que levou uma cotovelada no último jogo e cinco pontos na testa, treinou normalmente e está confirmado. Já o meia Paulinho, recuperando-se de uma lesão no pé esquerdo, continua vetado pelo Departamento Médico. Ele poderá voltar no jogo contra o Fortazeza, sábado, no Ceará.

Agencia Estado,

15 de julho de 2003 | 18h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.