Reuters
Reuters

Roy Hodgson confirma visita e agora vê Manaus como 'maravilhosa'

Antes do sorteio dos grupos, o treinador da Inglaterra afirmou que preferia cair no grupo da morte do que jogar na cidade

Agência Estado

30 de janeiro de 2014 | 13h28

MANAUS - O governador do Amazonas, Omar Aziz, confirmou oficialmente nesta quinta-feira que a o técnico da Inglaterra, Roy Hodgson, irá visitar Manaus no próximo mês, em data ainda a ser confirmada, para visitar a Arena Amazônia, onde a seleção inglesa enfrentará a Itália em sua estreia na Copa do Mundo de 2014, em 14 de junho. Por meio de nota oficial, o governo amazonense também divulgou carta enviada pelo treinador, que foi endereçada em português, a Aziz, no último dia 17, com objetivo de estreitar a relação com a cidade, depois de o comandante inglês ter feito críticas a Manaus por causa do seu clima úmido e quente.

Antes de saber que teria de jogar na capital amazonense, o que foi definido no sorteio da Copa, em dezembro passado, Hodgson chegou a dizer que preferia enfrentar um "grupo da morte" do que atuar em Manaus. Ironia do destino, a sua seleção não só terá que jogar na cidade como caiu na chave mais complicada do Mundial, a D, que também conta com Uruguai e Costa Rica, além dos italianos.

Por causa da polêmica, o embaixador britânico no Brasil, Alex Ellis, fez uma visita à Arena Amazônia na semana passada, onde ajudou a abafar o mal-estar provocado pelas declarações de Hodgson. E o comandante adotou um tom claramente conciliatório na carta que enviou ao governador do Amazonas, agora se referindo a Manaus como uma "maravilhosa cidade".

"Eu estou lhe escrevendo com o intuito de apresentar-me formalmente e a Associação Inglesa de Futebol à respeito do nosso jogo da fase de grupos em sua cidade.

Todos da Associação de Futebol (FA) estão encantados pelo fato de a Inglaterra ter se classificado para a Copa do Mundo de 2014, o que significa a promessa de uma oportunidade única na vida. Nós estamos muito felizes em visitar a sua cidade como parte de nossa experiência na Copa do Mundo. Eu sei que a cidade de Manaus será um ótimo local para a nossa seleção como uma base para o jogo da fase de grupos contra a seleção da Itália", diz Hodgson no primeiro parágrafo da carta enviada no último dia 17, trazida a público apenas nesta quinta-feira.

Em seguida, o treinador foi além ao dizer que está "ansioso para visitar a cidade, aprender sobre a cultura e a história e, claro, conhecer as pessoas!". "Será um dos momentos mais esperados do torneio para nós. Eu estou planejando uma visita à sua cidade no próximo mês, uma viagem técnica com os meus colegas da Associação de Futebol e com o Embaixador do Brasil. Além disso, meus parceiros técnicos e eu decidimos que gostaríamos de ficar duas noites em Manaus antes da partida contra a Itália no dia 14 de junho de 2014 (sábado) e também ficaremos uma noite após o jogo. Sendo assim, nós iremos ficar quatro dias em sua maravilhosa cidade", completou.

Ao comentar o teor da carta, Aziz agradeceu a Hodgson pelas suas palavras e assegurou que a seleção inglesa será recepcionada com carinho, apesar do mal-estar provocado pelo treinador anteriormente. "Vamos receber os ingleses com o carinho e o calor humano peculiares aos amazonenses. Temos belezas naturais a mostrar, costumes e uma culinária singular que enriquecerão as expectativas de vida e profissionais dos jogadores e equipe técnica", afirmou o governador.

No fim de sua carta, por sinal, Hodgson disse que ouviu "notícias promissoras" de seus parceiros técnicas que já estiveram na Arena Amazônia e no hotel onde a seleção inglesa ficará hospedada em Manaus. "Eu sei que este acontecimento será a realização de um sonho para meus jogadores em participar desta Copa do Mundo e a sua cidade terá um papel importante na nossa aventura durante a Copa do Mundo. Eu sei que o senhor (Aziz) está tão entusiasmado quanto eu em relação ao jogo da fase de grupos que faremos em Manaus e eu espero encontrar-lhe no momento oportuno", encerrou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.