John Sibley/Reuters
John Sibley/Reuters

Roy Hodgson evita confirmar estreia de Kane na Inglaterra

'Em alguma destas partidas fará estreia pela seleção', diz técnico

Estadão Conteúdo

26 Março 2015 | 14h17

Líder disparada do Grupo E das Eliminatórias da Eurocopa de 2016, a Inglaterra irá enfrentar a Lituânia nesta sexta-feira, no Estádio de Wembley, em Londres, com a chance de ficar ainda mais perto de avançar à próxima fase do qualificatório europeu. E, em situação confortável na competição, o técnico Roy Hodgson poderá usar o duelo para testar novos valores da seleção do país.

Um destes valores a serem avaliados pelo comandante é Harry Kane, promessa do Tottenham, de 21 anos de idade, que já marcou 19 gols nesta temporada. O comandante, porém, evitou confirmar a presença do jogador em campo neste próximo duelo, embora tenha admitido que seja grande a chance de colocar o atleta para atuar pelo menos em um dos dois próximos jogos. Após encarar os lituanos, os ingleses farão amistoso com a Itália na terça-feira, em Turim.

"Estamos muito felizes com Harry. Treinou muito bem durante toda a semana e estou convencido de que em alguma destas partidas fará sua estreia pela seleção", afirmou Hodgson, em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira.

O treinador foi questionado sobre a possível estreia de Kane nesta sexta também pelo fato de que Daniel Sturridge, do Liverpool, está fora da seleção por lesão. Hodgson, porém, avisou que as pessoas terão de "esperar e ver" se o atacante fará sua estreia já nesta sexta ou apenas diante da seleção italiana.

Além de Kane, Hodgson não poderá contar com Adam Lallana (Liverpool), Luke Shaw (Manchester United) e Fraser Forster (Southampton), todos fora do time nacional por causa de lesões que impediram suas respectivas convocações.

Kane luta com Welbeck para poder ser o parceiro de ataque de Wayne Rooney, astro maior e titular absoluto da seleção inglesa, que contabiliza quatro vitórias em quatro jogos disputados nestas Eliminatórias da Eurocopa. Já a Lituânia tem seis pontos e divide a vice-liderança do Grupo E com Eslovênia e Suíça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.