Reprodução
Reprodução

Roy Keane será julgado em junho por confusão com taxista

Irlandês é acusado de provocar, alarmar ou afligir o profissional

Estadão Conteúdo

08 de abril de 2015 | 10h17

Capitão do Manchester United durante anos, Roy Keane será julgado em junho pos supostamente ter sido agressivo com um taxista em um confusão ocorrida no início deste ano. O hoje ex-jogador irlandês, porém, nega a acusação.

Keane, de 43 anos, não compareceu nesta quarta-feira à audiência do seu caso em Manchester. Porém, o irlandês foi representado por seu advogado, que apresentou uma declaração de inocência do ex-jogador. Hoje assistente técnico da seleção da Irlanda, Keane é acusado de provocar, alarmar ou afligir o taxista Fateh Kerar, em confusão ocorrida em janeiro. De acordo com Kerar, a confusão aconteceu após ele e seu passageiro reconhecerem Keane, que estava dirigido outro carro.

O julgamento de Keane, que será realizado em um tribunal de Manchester, está marcado para começar no dia 19 de junho.Keane teve uma carreira gloriosa no Manchester United, clube que defendeu por 12 anos, tendo faturado vários títulos, incluindo sete do Campeonato Inglês, um da Liga dos Campeões e um Mundial, em 1999, sendo o autor do gol do título na partida contra o Palmeiras. Ele se aposentou do futebol em 2006, pelo Celtic.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.