Rubens Júnior promete não errar como fizeram ex-laterais

Muitos corintianos não esquecem da eliminação na Copa Libertadores em 2003. Naquele ano, foram duas derrotas por 2 a 1 para o River Plate, ambas com o time perdendo um jogador por expulsão. Por coincidência, os laterais-esquerdos: Kleber, na Argentina e Roger, no Brasil. Rubens Júnior, o titular desta quarta, busca apagar esta triste recordação. ?Vamos mudar a história. A torcida vai esquecer de 2003 e lembrar de um lateral que ajudou muito o time. Até porque, águas passadas não movem moinho ?.Rubens espera repetir o que fez nos dois últimos jogos do Corinthians - 3 a 0 no Deportivo Cali e no São Caetano. Foi o destaque, dando passes para três gols. ?Não esperava que minha chance chegasse logo. Na minha cabeça, seria titular quando o Gustavo Nery fosse para a seleção. Aconteceu, vou fazer de tudo para levar o time à próxima fase da Libertadores.?O titular está com problemas musculares. E mesmo correndo risco de perder a Copa, tem a confiança do seu substituto. ?Ele vai para a seleção, com certeza. O Parreira (Carlos Alberto) o conhece bem. E logo ele estará de volta ao time,? diz Rubens, não se importando em voltar à reserva.Claro, depois de bom jogo contra o River, a quem já enfrentou na Argentina. Foi em 1999, com o Palmeiras. ?Perdemos aqui, mas levamos a vaga em casa. Depois, o título.?

Agencia Estado,

25 de abril de 2006 | 20h13

Tudo o que sabemos sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.