Úrsula Nery/Agência Ferj
Úrsula Nery/Agência Ferj

Rubens Lopes é reeleito e comanda Ferj até 2018

Candidato teve apoio apenas do Botafogo entre os quatro grandes cariocas

Ronald Lincoln Jr., Agência Estado

11 de março de 2014 | 15h40

RIO - Por aclamação, o presidente Rubens Lopes foi reeleito nesta terça-feira para seguir no comando da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) até 2018. O dirigente contou somente com o apoio do Botafogo, entre os quatro grandes cariocas, para ganhar novo mandato.

A votação foi boicotada por Flamengo, Vasco e Fluminense, que emitiram nota oficial em conjunto para criticar a atual diretoria da Ferj na noite de segunda, véspera da eleição. No documento, eles reclamaram das condições de alguns estádios do Campeonato Carioca, pediram a mudança do formato da competição, que vem sofrendo com baixo público neste ano. E ainda cobraram a renegociação dos contratos de TV.

Somente o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, não assinou a nota entre os maiores clubes do estado. Ele explicou que não foi consultado para participar da elaboração do documento. E reiterou seu apoio a Rubens Lopes.

"Em nenhum momento fui convidado a participar de reunião nenhuma, e nem para falar deste documento. E nem aceitaria porque, quando se está numa batalha, você tem que escolher muito bem seus aliados para depois não tomar um tiro pelas costas. Acho que o fórum para discutir isso é aqui dentro. E eu sempre tenho demonstrado a posição do Botafogo dentro da Federação", afirmou o dirigente botafoguense.

Reeleito, Rubens Lopes fez coro com o dirigente alvinegro e também recriminou a ausência de Flamengo, Vasco e Fluminense. "No processo democrático, você tem que aprender a conviver com os contrários. Concordamos que temos muito a fazer e melhorar. Não somos impermeáveis a mudanças, mas este aqui é um fórum de debates. E essa página de desencontros vai ser apagada e vamos voltar à harmonia", declarou.

A eleição desta terça foi definida por aclamação por sugestão de Maurício Assumpção. Ele contou com o apoio dos demais integrantes da Ferj. E até de Eurico Miranda, ex-presidente do Vasco, que deve se candidatar novamente à presidência do clube de São Januário neste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFerjeleiçãoRubens Lopes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.