Rubinho chega ao 3º jogo sem tomar gols

Foram 82 minutos de pouco trabalho, mas o Corinthians precisou e ele apareceu. O goleiro Rubinho ? que na quarta-feira garantiu o 0 a 0 contra o Bahia, no campo rival ?, fez duas defesas importantes no fim do jogo deste domingo, contra o Grêmio. ?Fico feliz em ajudar a equipe outra vez?, disse, sem acreditar que tivesse sido escolhido o melhor em campo: ?Eu?!?Até os 37 minutos do segundo tempo, Rubinho mal tinha pegado na bola. Foi quando Cláudio Pitbull (que substituiu Fábio) recebeu bom passe de Tinga e apareceu livre, na frente do goleiro corintiano, que fechou o ângulo e fez a defesa. Oito minutos depois, Pitbull cabeceou à queima-roupa e Rubinho defendeu.São três jogos sem tomar gols. ?Fico feliz com uma boa atuação, mas o mais importante foi a vitória em casa e a recuperação do Corinthians. Estou há cinco jogos como titular e há quatro partidas o time soma pontos.? Rubinho ganhou a chance no time principal com a suspensão de Doni ? punido por agredir Fabiano, do Santos. E quer ficar: ?Trabalho pensando em me firmar no time.?O goleiro espera também que seu bom desempenho sirva como trampolim para a seleção. ?Quero ir para a Olimpíada. Se permanecer como titular, minhas chances são maiores. Mas a prioridade é o Corinthians.?Rubinho, irmão de Zé Elias, falou da chance remota de formar uma dupla em família no Corinthians. ?Seria bom, né? É um grande sonho nosso. Meu irmão rescindiu contrato com o Olympiakos (da Grécia), mas está priorizando o futebol europeu. Por enquanto, essa dupla é improvável.?O técnico Geninho ressaltou a atuação do goleiro mas não deu sinais de que pretende mantê-lo como titular quando Doni voltar. ?É uma alegria muito grande saber que tenho dois goleiros de qualidade, independentemente de qual está jogando.?

Agencia Estado,

27 de julho de 2003 | 20h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.