Rummenigge acha ´ridícula´ investigação sobre Van Bommel

O presidente do Conselho Diretivo do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, qualificou de "ridícula" a atitude da Uefa de investigar o holandês Mark Van Bommel por ter mandado uma ´banana´ à torcida do Real Madrid. Ao marcar o segundo gol de sua equipe na derrota de 3 a 2 para o Real Madrid, pela ida das oitavas da Liga dos Campeões, Van Bommel comemorou com o gesto ofensivo. "Nada deve acontecer. Tudo isto é ridículo", disse Rummenigge em declarações à revista alemã Kicker após ser perguntado se Van Bommel deve ser punido. Em vez disso, Rummenigge recomendou à Uefa que escolha melhor os árbitros para jogos importantes. "Gostaria que a Uefa nomeasse um árbitro competente pelo menos uma vez", afirmou, criticando duramente o belga Frank de Bleeckere, que apitou a partida.As críticas do dirigente dizem respeito a uma suposta falta do italiano Fabio Cannavaro sobre Philipp Lahm antes do segundo gol do Real. Ele lembrou que, na temporada passada, o belga apitou um pênalti duvidoso contra o Bayern no empate de 1 a 1 com o Milan, em Munique.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.