Runco reafirma: Ronaldo não pediu para sair contra a Croácia

O médico da seleção brasileira, José Luiz Runco, fez questão de reafirmar nesta sexta-feira, durante o último treino da equipe em Königstein, que o atacante Ronaldo não se sentiu mal durante a estréia na Copa do Mundo, na última terça-feira, contra a Croácia, nem pediu para ser substituído pelo técnico Carlos Alberto Parreira.Na quinta-feira, a mãe de Ronaldo, Sônia, disse ao Jornal Nacional, da Rede Globo, que Parreira só havia tirado o atacante a pedido dele próprio. Parreira, o preparador físico Moraci Sant´Anna e o próprio jogador negaram que Ronaldo tivesse pedido para sair. Segundo o médico, Ronaldo jantou normalmente com os demais jogadores após a partida e só reclamou de tonturas no dia seguinte, o da folga.Ronaldo treinou normalmente nesta sexta-feira, à exceção dos momentos em que Parreira ensaiou jogadas de bola aérea - principal deficiência técnica do camisa 9 - e da disputa de pênaltis, feita entre o goleiro Dida e os membros do "quarteto mágico" Kaká, Ronaldinho Gaúcho e Adriano. Segundo Runco, Ronaldo está pronto para enfrentar a Austrália."Ele está totalmente recuperado e já vai deixar de tomar os medicamentos, porque não sente mais nada", disse Runco, em refrência a remédios que o atacante vem tomando para controlar as tonturas e para criar uma proteção na parede abdominal, por causa das dores gástricas que vinha sentindo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.