David Mdzinarishvili/Reuters
David Mdzinarishvili/Reuters

Rússia empata com Azerbaijão e se garante na Copa

Mesmo com vitória por 3 a 0, Portugal ficou em segundo lugar e vai à repescagem

AE, Agência Estado

15 de outubro de 2013 | 16h05

SÃO PAULO - Com a vaga nas mãos, a seleção russa fez o mínimo que precisava nesta terça-feira, pela última rodada das Eliminatórias Europeias, e garantiu seu lugar na Copa do Mundo de 2014. Dependendo apenas de si própria, a equipe marcou logo no início contra o Azerbaijão, sofreu o empate no fim, mas conseguiu segurar o 1 a 1, fora de casa, resultado suficiente para confirmar seu passaporte para o Brasil no ano que vem.

A Rússia voltará a disputar uma Copa do Mundo depois de 12 anos, já que sua última foi em 2002, na Coreia do Sul e no Japão. Com o vitorioso técnico Fabio Capello como comandante, a seleção chega ao seu décimo Mundial, sendo que nos sete primeiros o país ainda fazia parte da União Soviética. Desta forma, a Rússia se junta a Alemanha, Suíça, Itália, Holanda, Bélgica, Austrália, Japão, Irã, Coreia do Sul, Costa Rica, Estados Unidos, Argentina, Colômbia e o anfitrião Brasil, que já estavam garantidos na Copa.

A Rússia chegou aos 22 pontos com o empate. Diante do Azerbaijão, Shirokov abriu o placar. Aos 15 minutos, o atacante recebeu passe milimétrico de Alexander Samedov, invadiu a área sozinho e diante do goleiro mostrou calma para tocar no canto. Já aos 38 minutos da etapa final, Javadov empatou de falta, mas o gol pouco mudaria a sorte dos russos.

PORTUGAL NA REPESCAGEM

Pior para seu principal adversário no Grupo F das Eliminatórias, Portugal, que ainda sonhava com uma vaga direta, mas deve se contentar com a repescagem. A equipe até fez sua parte, ao vencer Luxemburgo com facilidade, por 3 a 0, mas precisava ainda de uma derrota da Rússia e tirar uma grande diferença no saldo de gols para garantir a classificação.

A seleção ibérica massacrou Luxemburgo ao longo dos 90 minutos, perdeu diversas chances e ainda assim venceu por 3 a 0. Os donos da casa tiraram vantagem da desvantagem numérica do rival, que teve Aurelien Joachim expulso ainda no primeiro tempo, e marcaram com Varela, Nani e Hélder Postiga. O resultado levou a seleção aos 21 pontos, na segunda posição da chave.

ISRAEL EMPATA

Na outra partida do Grupo F disputada nesta terça-feira, Israel e Irlanda do Norte ficaram no empate em 1 a 1, na cidade israelense de Ramat Gan, em confronto apenas para cumprir tabela. Eden Ben Basat abriu o placar para os donos da casa, mas Steven Davis empatou e selou o placar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.