Rússia se candidata à Copa de 2018 ou 2022

A Rússia entrou na disputa para sediar a Copa do Mundo de 2018 ou de 2022, disse na sexta-feira um dirigente da Federação Russa de Futebol. "Enviamos ontem uma carta oficial à Fifa informando-lhes das nossas intenções de nos candidatar à Copa do Mundo de 2018 ou 2022", disse à Reuters o diretor-geral da federação. Na semana passada, o presidente da Fifa, Sepp Blatter, estimulou os russos a participarem da disputa. "Definitivamente espero que a Rússia seja uma candidata", disse ele ao presidente da federação, Vitaly Mutko, durante visita a Moscou. As duas próximas Copas do Mundo já têm sedes definidas: África do Sul, em 2010, e Brasil em 2014. Sorokin disse que seu país deposita mais esperanças no torneio de 2018. "Sentimos que a Copa do Mundo de 2018 será concedida à Europa", disse ele, citando a Inglaterra e uma candidatura conjunta de Portugal e Espanha como sendo os principais concorrentes dos russos. A Fifa estabeleceu até 2 de fevereiro para que os candidatos manifestem interesse. Os escolhidos serão anunciados em dezembro de 2010. Espanha e Portugal formalizaram seu plano no começo da semana. Holanda e Bélgica também têm uma proposta conjunta. Inglaterra, EUA, China e México também manifestaram interesse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.