Rússia tem boa chance de receber Mundial, diz Blatter

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou nesta quinta-feira, em Moscou, durante encontro com o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, que a Rússia tem "boa chance" de vencer a disputa para ser sede da Copa do Mundo de 2018 ou da de 2022.

AE-AP, Agencia Estado

15 de outubro de 2009 | 12h02

Na semana passada, a Rússia lançou oficialmente a sua candidatura ao Mundial, se comprometendo a melhorar as suas cidades e a investir bilhões de dólares em regiões degradadas. Para ter a Copa do Mundo, o país aposta em projeto grandioso, com 15 estádios em 14 cidades.

Na disputa pela Copa do Mundo de 2018, a Rússia terá como adversários Austrália, Inglaterra, Japão, Indonésia, Estados Unidos e as candidaturas conjuntas de Portugal/Espanha e Bélgica/Holanda. Para o Mundial de 2022, a lista de postulantes conta também com Catar e Coreia do Sul. A escolha dos países-sede dos Mundiais de 2018 e 2022 será anunciada pela Fifa no dia 2 de dezembro de 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.