S. Caetano quer recuperar pontos fora

A derrota do São Caetano para o Flamengo, por 1 a 0, domingo, no ABC, não estava nos planos da comissão técnica. Péricles Chamusca lamentou a falta de atenção do time e lembrou que o time fica na obrigação de recuperar estes pontos perdidos fora de casa. A primeira chance será nesta quarta-feira, diante do Criciúma, em Santa Catarina, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com os três pontos perdidos, o São Caetano caiu para a nona posição, com 40 pontos ganhos, oito a menos que os três líderes - Santos, Juventude e Atlético-PR. O time, porém, mantém seu objetivo de ficar entre os quatro primeiros colocados para garantir uma vaga na Taça Libertadores de 2005. Os jogadores se apresentaram após o almoço. Aqueles que atuaram durante 90 minutos participaram de sessão de relaxamento, a partir das 14 horas. Os demais treinaram fisicamente depois. Sem tempo para treinar, Chamusca vai comandar um técnico-tático pela manhã desta terça-feira, porque à tarde a delegação já segue para Santa Catarina. Pega o vôo em São Paulo até Florianópolis e depois segue de ônibus até Criciúma. A única baixa é o zagueiro Gustavo, que recebeu o terceiro cartão amarelo e vai cumprir suspensão automática. O seu substituto deve ser Serginho. O time pode ser confirmado após o treinamento.

Agencia Estado,

30 Agosto 2004 | 18h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.