Sabella repete escalação ofensiva pedida por Messi

O técnico Alejandro Sabella repetiu a escalação ofensiva com o quarteto Di María, Agüero, Messi e Higuaín no treino desta manhã desta quinta-feira no CT do Atlético Mineiro. Isso significa que a Argentina vai tentar sufocar o Irã na partida deste sábado, no Mineirão, para vencer e garantir a classificação às oitavas de final da Copa do Mundo.

GONÇALO JUNIOR, Agência Estado

19 de junho de 2014 | 12h54

A escalação utilizada no treino desta manhã foi a mesma do segundo tempo da vitória contra a Bósnia e que ficou conhecida como o "time de Messi" entre os argentinos pelo fato de o craque do Barcelona ter cobrado publicamente sua utilização. Ao longo da semana, vários jogadores também se manifestaram favoráveis ao esquema mais ofensivo. No primeiro tempo da estreia, no Maracanã, o treinador havia optado por uma formação mais cautelosa, abrindo mão de um avante para escalar um zagueiro.

Sabella não confessou o equívoco, mas passou a treinar com a formação ofensiva desde a vitória. Os jogadores negam que a mudança tenha sido pedida por eles e afirmam que a decisão final foi do comandante.

O treino desta manhã de quinta foi acompanhado por Julio Grondona, presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA), e também por Carlos Bilardo, coordenador de seleções da equipe nacional. Nesta sexta-feira, a Argentina fará um treino de reconhecimento do Mineirão no período da tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolArgentinaMessi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.