Mitsuo Ogasawara/ Reuters
Mitsuo Ogasawara/ Reuters

'Sabíamos que seria uma final difícil', diz Casemiro

Real Madrid e Kashima Antlers empataram em 2 a 2 no tempo normal

Estadão Conteúdo

18 de dezembro de 2016 | 13h04

Celebrando mais um título com o Real Madrid, o volante Casemiro afirmou neste domingo que o time espanhol já esperava encontrar dificuldades contra o Kashima Antlers na final do Mundial de Clubes da Fifa. Jogando em Yokohama, o Real era o grande favorito ao título, mas sofreu contra os anfitriões e precisou da prorrogação para vencer por 4 a 2 e faturar seu quinto título mundial.

"Isso é uma final, temos que respeitar o nosso adversário. Eles têm qualidade e, por isso, estão na final. Eles derrotaram o [Atlético Nacional] Medellín. Sabia que seria uma partida difícil e foi difícil. Parabéns a todos porque jogaram muito bem", declarou o brasileiro.

A final deste domingo foi marcada por sustos para o Real Madrid. Favorito, saiu na frente, com gol aos 8 minutos de jogo. Porém, levou a virada no início do segundo tempo e buscou a igualdade em cobrança de pênalti. Nos minutos finais do tempo normal, ainda correu o risco de sofrer o terceiro gol.

A equipe espanhola só conseguiu se impor de vez na partida na prorrogação, quando brilhou a estrela de Cristiano Ronaldo. O atacante português marcou duas vezes e garantiu a vitória, com menos sofrimento, ainda na etapa inicial do tempo extra.

"Isso é o Real Madrid, precisamos acreditar até o final", disse Casemiro, que celebrou também o bom ano pelo clube madrilenho, campeão da Liga dos Campeões, em maio. "Sem dúvida, é um ano incrível para o nosso time. Mas não podemos nos acomodar. Queremos ainda a [próxima] Liga dos Campeões, o Campeonato Espanhol e a Copa do Rei."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.