Saída da seleção para exames faz a alegria de torcedores

A saída do primeiro grupo de jogadores da seleção brasileira para os exames de avaliação médica e física, na clínica Swiss Paraplegic Center, a 40 minutos do hotel onde a equipe está concentrada, fez a alegria dos torcedores que se acotovelavam em frente ao Park Hotel Weggis.Os laterais Cicinho, Gilberto e Roberto Carlos, os volantes Emerson e Zé Roberto, o meia Ricardinho e os atacantes Robinho e Fred, que formaram o primeiro grupo a participar dos testes, atenderam aos torcedores na saída do hotel, com acenos e autógrafos.Um dos mais solicitados, Roberto Carlos atendeu inclusive a um jovem paraplégico que passou toda a manhã aguardando para ver os jogadores da seleção. A idolatria também apareceu na própria clínica, onde os jogadores posaram para fotos com os funcionários.Às 10 horas (horário de Brasília), o segundo grupo de jogadores, formado por Ronaldo, Cafu, Kaká, Adriano, Juan, Lúcio, Cicinho e Cris, saiu para fazer os exames. Os goleiros Dida, Rogério e Júlio César, mais Ronaldinho Gaúcho, Edmílson, Gilberto Silva e Luisão, os últimos a parar de jogar no futebol europeu, ganharam um dia a mais de folga e só vão fazer a avaliação na quarta-feira, pela manhã (madrugada no horário brasileiro).A seleção só realiza seu primeiro treino na quarta-feira, às 11h45 (de Brasília), no Estádio Thermoplan, reformado especialmente para receber a seleção. Nesta terça, ao meio-dia, o técnico Carlos Alberto Parreira concede sua primeira coletiva em solo suíço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.