Saída noturna de Ronaldinho causa polêmica no Milan

O técnico do Milan, Maximiliano Allegri, demonstrou irritação nesta sexta-feira quando soube, via imprensa, que Ronaldinho Gaúcho tinha ficado até as 2 horas num restaurante durante a noite anterior. "Isso não é hora para um jogador estar acordado", reclamou o comandante.

AE-AP, Agência Estado

19 de novembro de 2010 | 17h21

A noitada do astro brasileiro foi registrada por um vídeo feito pelo celular, que gravou a hora em que ele saiu do restaurante com os amigos e acabou sendo veiculado na imprensa italiana. "Estou sabendo disso por vocês (jornalistas). Ele (Ronaldinho) não me falou nada", disse Allegri.

Ronaldinho voltou para Milão na quinta-feira, depois de ter defendido a seleção brasileira na derrota para a Argentina, na quarta, em Doha, no Catar - fazia quase 20 meses que ele não jogava pelo Brasil. E aproveitou para curtir a noite num restaurante, o que irritou o seu técnico.

O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, não quis comentar a saída noturna de Ronaldinho e nem a irritação de Allegri com o caso. "Esse é um assunto interno", limitou-se a dizer o dirigente, sem confirmar se o jogador brasileiro receberia alguma punição pelo ocorrido.

O fato é que a relação de Ronaldinho com Allegri não anda boa. Depois de começar a temporada como titular, o astro brasileiro ficou no banco de reservas nas últimas três partidas e pode repetir a dose neste sábado, quando o Milan enfrenta a Fiorentina no Campeonato Italiano.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMilanRonaldinho Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.