'Salvação' da África, Gana pode ficar perto das oitavas

Gana foi a única seleção africana a vencer na estreia da primeira Copa do Mundo disputada no continente. E pode ficar muito perto de ser a primeira a ficar perto da classificação para as oitavas de final. Se vencer a Austrália neste sábado, às 11 horas (de Brasília), no estádio Royal Bafokeng, em Rustemburgo, as "Estrelas Negras" praticamente garantirão uma vaga no mata-mata.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2010 | 06h06

Os ganeses somam três pontos, conquistados na vitória sobre a Sérvia por 1 a 0. Se vencerem irão a seis, metade do que têm a Alemanha e a própria Sérvia. Os africanos poderiam empatar com os germânicos na última rodada que avançariam como líderes do Grupo D. E até perder, desde que a os sérvios não vençam os australianos.

O técnico de Gana, Milovan Rajevac, que, ironicamente é sérvio, cortou o otimismo e fez questão de manter seus jogadores com os pés no chão. "Na Copa não há partidas fáceis. Ganhamos o primeiro jogo, mas agora é que começa a ficar difícil para todas as seleções. Trabalhamos para que os jogadores não acusem um excesso de confiança", alertou.

Rajevac elogiou o adversário, em que pese vir de goleada por 4 a 0 diante da Alemanha. "A Austrália tem qualidades, sobretudo no plano físico". O meia Boateng disse que a partida será "nossa final de Liga dos Campeões". No entanto, os ganeses têm problemas na defesa. Os zagueiros titulares Vorsah e Mensah, lesionados, são dúvidas e farão um teste horas antes da partida.

Já a Austrália não poderá contar com o atacante Cahill, expulso contra a Alemanha - será substituído por Holman. O técnico Pim Verbeek precisou desmentir informações divulgadas pela mídia do país de que se relaciona mal com os jogadores. "A imprensa australiana tem muita imaginação. Estamos todos decepcionados por termos perdido, mas somos humanos e temos que seguir lutando contra Gana. As pessoas estão exagerando".

FICHA TÉCNICA:

Gana - Kingson; Sarpei, Vorsah, Mensah e Pantsil; Ayew, Annan e Kwadwo Asamoah; Prince Boateng, Tagoe e Gyan. Técnico - Milovan Rajevac.

Austrália - Schwarzer; Wilkshire, Moore, Neill e Chipperfield; Culina, Grella, Emerton e Valeri; Garcia e Holman. Técnico - Pim Verbeek.

Árbitro - Roberto Rosetti (ITA).

Horário - 11 horas (de Brasília).

Local - Estádio Royal Bafokeng, em Rustemburgo (África do Sul).

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolGanaAustrália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.