Salvador do Atlético-PR quase saiu

Por contar com um grande número de jogadores em seu elenco, o Atlético Paranaense decidiu colocar alguns para treinar em separado no início deste Campeonato Brasileiro. Entre eles estava o meia-atacante Caetano, 21 anos, que havia sido contratado após um bom desempenho no último Campeonato Paranaense. Ele ficou à espera de um clube que se interessasse por ele. Mas, nas duas últimas partidas foi resgatado pelo técnico Antônio Lopes e tornou-se fundamental. Com um gol em cada jogo garantiu as vitórias e está conquistando a simpatia da exigente torcida atleticana.O mineiro de Guaxupé Caetano Prósperi Calil passou por vários gramados e integrou a seleção brasileira no Campeonato Mundial Sub-17, realizado em Trinidad&Tobago, em 2001. De volta, a inexperiência foi prejudicial. Brigou com a comissão técnica e deixou o São Paulo. Foi para o júnior do Corinthians, mas via vários companheiros subindo para o time principal e nada de chamarem-no. Abandonou o clube e partiu para o Cruzeiro. Lá, ganhou o apoio do técnico Vanderlei Luxemburgo que o levou para treinar entre os titulares. Mas Luxemburgo saiu antes que jogasse.O clube mineiro queria emprestá-lo para o Foz do Iguaçu, mas ele preferiu rescindir o contrato. No Santos, Luxemburgo chamou-o, mas machucou-se em um treino e ficou quatro meses parado. Pressentindo que não teria possibilidades de conseguir uma vaga optou pelo Roma, de Apucarana.A escolha revelou-se correta. O jogador conseguiu o espaço que precisava para aparecer no futebol local. Chamou a atenção dos clubes da capital e acabou no Atlético Paranaense, onde tem contrato até 2007. As duas últimas apresentações mostraram que valeu a pena confiar em Lopes, quando este lhe pediu que trabalhasse pois teria oportunidades.E uma nova pode vir neste sábado, no clássico contra o Paraná Clube. O atacante Aloísio está suspenso, enquanto Lima sentiu uma contusão no joelho. "Meu objetivo é pegar um lugar entre os titulares", afirma o jogador que mora sozinho em um apartamento em Curitiba. "Tenho que aproveitar o momento."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.