Divulgação/Sampaio Corrêa
Divulgação/Sampaio Corrêa

Campeão da Copa Nordeste há duas semanas, Roberto Fonseca é demitido no Sampaio Corrêa

Técnico não resistiu a derrota por 2 a 1 para o São Bento, em Sorocaba

Estadao Conteudo

26 de julho de 2018 | 00h06

Campeão da Copa do Nordeste há duas semanas, o técnico Roberto Fonseca ficou desempregado nesta quarta-feira. A derrota para São Bento por 2 a 1, em Sorocaba, na última terça, fez a diretoria do Sampaio Corrêa decidir pela saída do técnico. O substituto para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B deve ser Paulo Roberto Santos, ex-São Bento.

+ Veja a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro

+ Leia mais sobre futebol

Apesar de ter levado o Sampaio ao inédito título da Copa do Nordeste no início do mês ao bater o Bahia na grande final, Roberto Fonseca não suportou a sequência negativa na Série B. São sete jogos sem vitória, sendo duas derrotas seguidas. Os resultados colocaram o time na penúltima colocação, com 16 pontos.

Roberto Fonseca chegou no início de maio e comandou o Sampaio em 18 partidas, tendo seis vitórias, seis empates e seis derrotas. O aproveitamento foi de 44,4%. "Agradeço o Roberto Fonseca, um profissional sério, competente, que deixou seu nome gravado na história do clube com a conquista da Copa do Nordeste, mas o futebol é muito dinâmico, e a mudança é necessária, mesmo sabendo que a culpa não é do treinador", afirmou o presidente Sérgio Frota.

O dirigente espera anunciar o substituto de Roberto Fonseca até o final de semana e, apesar de não revelar, ele deve ser Paulo Roberto Santos, que está sem clube desde que deixou o São Bento em 25 de junho.

No sábado, o Sampaio Corrêa tem um confronto direto na luta contra a degola com o lanterna Boa, no estádio Dilzon Melo, em Varginha, pela penúltima rodada do primeiro turno da Série B. O time maranhense será comandado de forma interina pelo ex-jogador Arlindo Maracanã.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.