Sampaio Corrêa empata com o Boa e perde a chance de entrar no G4 da Série B

O Sampaio Corrêa desperdiçou uma grande chance de dormir no G4, a zona de acesso, nesta sexta-feira, em Varginha (MG), contra o Boa, até então vice-lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro. Mas podia ser pior, já que o time maranhense saiu perdendo por 2 a 0 e buscou o empate por 2 a 2 nos minutos finais do jogo disputado no estádio Dilzon Melo, pela 31.ª rodada.

Estadão Conteúdo

16 de outubro de 2015 | 21h57

Chapinha e Thaciano marcaram para o Boa no primeiro tempo e Jheimy e Diones balançaram as redes de cabeça a favor do Sampaio Corrêa, que viu a sua série sem vencer aumentar, assim como a do adversário. Enquanto o time mineiro não vence há 12 jogos - são 10 derrotas e dois empates -, os maranhenses não sabem o que é vitória há sete jogos. São seis empates e uma derrota nas últimas rodadas, o que deixa o time com 47 pontos, a um do Santa Cruz, último dentro do G4 e que, assim como os outros concorrentes pelo acesso, ainda joga na rodada. Com um pé na Série C, o Boa é o 18.º, com 24 pontos, a 10 do Macaé, primeiro fora da degola.

Precisando de um milagre para não disputar a Série C em 2016, o Boa resolveu fazer o que não fez nas últimas 10 derrotas: jogar futebol. Abusado, o meia Chapinha tratou de colocar os donos da casa na frente aos 20 minutos. Ele recebeu cruzamento rasteiro de Léo Baiano e bateu com categoria para abrir o placar.

Empolgado pelo gol, o Boa ampliou oito minutos mais tarde. Quem marcou desta vez foi Thaciano, que aproveitou outro cruzamento de direita para ampliar o placar de cabeça. Acuado, a única chance do Sampaio Corrêa para diminuir o marcador esteve nos pés de Nádson, mas o meia exagerou no preciosismo e não concluiu a gol.

Em desvantagem, os visitantes voltaram com outra postura na segunda etapa. O time maranhense se lançou ao ataque e diminuiu o prejuízo logo aos 10 minutos, quando Jheimy aproveitou bom cruzamento de Vagner para balançar as redes de cabeça. De tanto pressionar, o Sampaio Corrêa teve um pênalti a seu favor, mas o artilheiro Jheimy bateu mal e Douglas fez a defesa.

No entanto, o time do Maranhão não esmoreceu pela penalidade perdida e buscou o empate quando o confronto parecia decidido. Aos 42 minutos, mais uma vez de cabeça, Diones subiu bem para empatar a partida.

FICHA TÉCNICA

BOA 2 x 2 SAMPAIO CORRÊA

BOA - Douglas; Sheslon, Patrick, Gabriel Dias e Moacir; Léo Baiano, Thaciano (Éverton Sena) e Clébson; Felipe Alves (Claytinho), Tadeu e Chapinha (Leonardo). Técnico: Nedo Xavier.

SAMPAIO CORRÊA - Rodrigo; Daniel Damião (Léo Rodrigues), Plínio, Luíz Otávio e Anderson; Diones, Salino, Nádson (Douglas Oliveira), Charles (Alex Maranhão) e Vanger; Jheimy. Técnico: Leo Condé.

GOLS - Chapinha, aos 20, e Thaciano, aos 28 minutos do primeiro tempo; Jheimy, aos 10, e Diones, aos 42 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Patrick (Boa); Léo Salino (Sampaio Corrêa).

ÁRBITRO - Rafael Traci (PR).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BBoaSampaio Corrêa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.