Kyrill Kudryavtsev/AFP
Kyrill Kudryavtsev/AFP

Sampaoli chama Enzo Pérez para o lugar de Lanzini, cortado da Argentina por lesão

Volante é escolhido por conta de problemas físicos de Banega e Biglia, opções para o setor

Estadão Conteúdo

09 Junho 2018 | 10h14

O volante Enzo Pérez, do River Plate, foi anunciado oficialmente neste sábado pela Associação de Futebol Argentino (AFA) como substituto do meia Manuel Lanzini, cortado da seleção comandada pelo técnico Jorge Sampaoli que disputará a Copa do Mundo após sofrer grave lesão no joelho direito em um treino na última sexta-feira.

‘Sobreviventes’ do 7 a 1 estão de pé e garantem estar prontos para volta por cima

Messi e Cristiano Ronaldo dividem a publicidade nas ruas de Moscou

Líderes usam Copa do Mundo para exibir a ‘nova’ Chechênia

O jogador de 32 anos, que possui características mais defensivas, acabou sendo escolhido pelo treinador para o lugar de Lanzini também pelo fato de Lucas Biglia e Éver Banega, outros atletas chamados para este setor, lutarem para se recuperar de problemas físicos depois de terem sido incluídos na lista final de 23 convocados para o Mundial.

Apareciam como opções ofensivas para o lugar de Lanzini nomes como Diego Perotti, Erik Lamela e Mauro Icardi, este último um dos artilheiros do Campeonato Italiano na temporada passada do futebol europeu com a camisa da Inter de Milão. Porém, Sampaoli optou por uma decisão mais conservadora ao chamar o volante Enzo Pérez.

O jogador do River Plate vai se juntar à seleção nacional diretamente em Bronnitsy, onde a Argentina se concentra na Rússia após ter realizado um período de preparação em Barcelona, onde Lanzini acabou se lesionando na última sexta.

 

O ex-meia do Fluminense e hoje atleta do West Ham, da Inglaterra, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito durante um treino e precisará ser submetido a uma cirurgia, segundo confirmou na sexta-feira o médico da seleção argentina, Daniel Martínez. A data e o local da operação ainda não foram definidos.

A Argentina está no Grupo D da Copa do Mundo, ao lado de Croácia, Nigéria e Islândia, e fará a sua estreia no dia 16 de junho, em Moscou, contra os islandeses.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.