Matthew Childs/Reuters
Matthew Childs/Reuters

Sampaoli defende Caballero e Messi e assume responsabilidade por derrota

Treinador tenta tirar peso das costas dos jogadores após derrota para a Croácia, por 3 a 0

Estadão Conteúdo

21 Junho 2018 | 18h34

O técnico Jorge Sampaoli saiu em defesa do goleiro Willy Caballero e do atacante Lionel Messi após a derrota por 3 a 0 para a Croácia, nesta quinta-feira, em Nizhny Novgorod. O treinador evitou culpar os jogadores pelo resultado que pode ajudar a eliminar a seleção da Argentina ainda na primeira fase da Copa do Mundo e assumiu a responsabilidade pelo duro revés.

+ TEMPO REAL - Argentina 0 x 3 Croácia

+ França vence com gol de Mbappé, garante classificação e elimina seleção peruana

"Eu sou o responsável pelas decisões. Hoje a chave da derrota tem relação com as minhas responsabilidades quanto ao plano de jogo por conta de situações que, se fossem diferentes, poderíamos ter obtido um resultado melhor", declarou o treinador, antes de isentar Caballero pela derrota.

O goleiro titular protagonizou falha grosseira no lance que gerou o primeiro gol croata. Ao tentar encobrir o meia Rebic, Caballero chutou fraco e viu o rival acertar belo chute de primeira, direto para as redes. "Não acho humano colocar a responsabilidade em Caballero."

Sampaoli também assumiu a responsabilidade por mais um fraco desempenho de Messi. "Buscar sistematicamente situações com os jogadores em campo é também a minha responsabilidade. Nesta realidade, não conseguimos encontrar um jeito melhorar de jogar aproveitando [as qualidades do] Messi", afirmou.

 

"Do jeito que a seleção argentina está jogando, está ofuscando o brilho de Messi. Leo está limitado em campo porque o time não se encaixou como deveria, com ele. Como treinador, tenho que admitir esta situação e tentar lidar com eles", disse o treinador.

Ele pediu desculpas à torcida e admitiu a "dor" pelo novo tropeço, que pode acabar com o futuro da equipe na Rússia. "Não sei se estou sentindo vergonha, acho que é dor. É doloroso. Nossa estratégia para o jogo não deu certo e tenho que achar outra agora. Temos que lutar", declarou o treinador. "Quero pedir desculpas a todos que vieram no ver aqui."

O resultado desta quinta garantiu a Croácia nas oitavas de final. Já a Argentina precisa de uma combinação de resultados no Grupo D para ter chances de avançar na competição.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.