Sampaoli diz que tem 18 equipes na cabeça para escalar Chile na Copa América

Dono da casa, o Chile já iniciou sua preparação para a Copa América. O time trabalha desde segunda-feira no Monastério Celeste, casa do O''Higgins, em Requínoa, mas só nesta sexta-feira o técnico Jorge Sampaoli passou a contar com a maior parte do grupo de convocados. No treinamento da manhã estavam presentes 14 atletas, entre eles o lateral-esquerdo Mena, do Cruzeiro, que se apresentou após a eliminação da Libertadores.

Estadão Conteúdo

29 de maio de 2015 | 15h53

Após a atividade, o treinador concedeu entrevista coletiva e falou sobre seus planos para a Copa América. "Tenho como 18 equipes na cabeça", contou Sampaoli, sem dar pistas do time que vai mandar a campo no dia 11, na estreia do Chile contra o Equador. "Este é o melhor Equador dos últimos anos, por causa do atual momento dos seus jogadores", opinou.

O treinador ainda não fechou a lista de 23 jogadores que serão inscritos para a Copa América e precisa fazer isso até segunda-feira, quando a Conmebol exige a relação final. Sampaoli garante que vai aguardar a rodada do fim de semana na Europa e no Brasil para fazer os últimos três cortes.

Principal nome do time, o meia Arturo Vidal, e o capitão e goleiro titular Claudio Bravo só vão se apresentar ao treinador em 8 de junho, três dias antes da estreia. Os dois serão rivais na final da Liga dos Campeões, em 6 de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção chilenaCopa América

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.