Nicolas Tucat/AFP
Nicolas Tucat/AFP

Sampaoli segue script na beira do gramado e estreia com vitória no Olympique de Marselha

Treinador argentino já fez algumas mudanças no estilo da equipe, que bateu o Rennes por 1 a 0

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de março de 2021 | 21h19

Jorge Sampaoli gritou, gesticulou, reclamou na beira do gramado... Tudo dentro do script do treinador. Mas pelo menos o resultado no fim foi positivo. O argentino estreou no comando do Olympique de Marselha com uma vitória por 1 a 0 sobre o Rennes, nesta quarta-feira, em jogo adiado da 22ª rodada do Campeonato Francês. 

Apesar da vitória, o time mostrou que o ex-treinador do Atlético-MG e Santos vai ter muito trabalho pela frente. Apesar do pouco tempo de convivência com o grupo, foi possível notar que já houve uma mudança no estilo de saída de bola, com o goleiro Steve Mandanda participando muito com os pés. O problema foi a falta de 'pegada' dos jogadores na marcação de saída de bola do Rennes.

Apesar do pouco tempo de convivência com o grupo, foi possível notar que já houve uma mudança no estilo de saída de bola, com o goleiro Steve Mandanda participando muito com os pés. O problema foi a falta de 'pegada' dos jogadores na marcação de saída de bola do Rennes.

Com isso, o time visitante foi melhor na partida e abusou das jogadas pelo lado direito em cima de Yuto Nagatomo, que sofreu muito durante os 90 minutos. O Olympique só foi incomodar a zaga do Rennes em bolas esticadas. Apesar da disposição dos jogadores, o nível técnico da partida foi muito fraco e poucas foram as chances reais de gol.

Por estar melhor em campo, o Rennes pagou pela ansiedade. Aos 43 minutos do segundo tempo, o time foi todo ao ataque e acabou levando o contragolpe. Em jogada na qual todo o sistema ofensivo do time de Marselha tocou na bola, o levantamento foi feito e Michael Cuisance, que havia entrado no lugar de Dimitri Payet, aos 36, fez de cabeça o único gol do jogo.

A vitória serviu para diminuir um pouco o vexame do Olympique, eliminado na Copa da França pelo Canet Roussillon, da quarta divisão francesa. Os comandados de Sampaoli chegaram aos 42 pontos na classificação do Francês, na sexta colocação, enquanto o Rennes permanece com 38 pontos, em décimo lugar. A liderança é do Lille (62 pontos), seguido por Paris Saint-Germain (60) e Lyon (59).

"Há muitas coisas para corrigir, mas a vitória é um passo adiante. Ver tanta alegria no vestiário é um alívio depois de domingo", disse Jorge Sampaoli referindo-se à traumática eliminação na Copa da França. "É importante recuperar a confiança e a identidade de jogo", acrescentou o treinador, que admitiu que antes da partida sentiu "um pequeno receio de não estar à altura deste clube e deste estádio".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.