David Fernández/EFE
David Fernández/EFE

Sampaoli testa time titular da Argentina sem Mascherano e Dybala

Treinador surpreendeu ao sacar os dois jogadores de treino que prepara a equipe para o jogo contra o Peru, nesta quinta, pelas Eliminatórias

Estadão Conteúdo

03 Outubro 2017 | 19h58

Contando com o elenco completo da Argentina, o técnico Jorge Sampaoli testou, nesta terça-feira, 3, a equipe titular que enfrentará o Peru, nesta quinta, pela penúltima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018. E o treinador surpreendeu ao deixar de fora do time o zagueiro Javier Mascherano e o atacante Paulo Dybala.

+ Sem Messi e Dybala, Argentina faz treino fechado antes de jogo decisivo

Eles se apresentaram à seleção argentina nesta terça, ao lado de Lionel Messi, parceiro de Mascherano no Barcelona. Dybala, da Juventus, veio direto da Itália. Com a chegada do trio e de outros reforços, Sampaoli pôde enfim comandar treino da equipe com o grupo completo, visando as rodadas decisivas das Eliminatórias.

A ausência de Dybala entre os titulares chamou mais a atenção porque o jogador vem brilhando no futebol italiano. E ganhara chance nas partidas anteriores, que marcaram as primeiras partidas da Argentina sob o comando de Sampaoli nestas Eliminatórias. Icardi foi o escolhido para jogar ao lado de Messi e Di María no treino desta terça.

Mascherano, por sua vez, já havia sido preterido pelo treinador nas duas rodadas anteriores. E deve amargar o banco de reservas novamente. Sampaoli prefere formar sua linha de três zagueiros com Mercado, Fazio e Otamendi.

Desta forma, a seleção da Argentina deve entrar em campo nesta quinta-feira, no estádio La Bombonera, em Buenos Aires, escalada com Sergio Romero; Mercado, Fazio, Otamendi; Pérez, Lucas Biglia, Ever Banega, Salvio (Rigoni); Messi, Ángel Di María e Mauro Icardi.

Em situação pouco confortável na tabela das Eliminatórias, a Argentina tem 24 pontos e ocupa a quinta colocação, que dá vaga na repescagem, para futuro confronto com a Nova Zelândia. O duelo de quinta será contra o Peru, atual quarto colocado. Portanto, a Argentina só depende de si mesma para garantir a vaga no Mundial da Rússia. Na rodada final, na próxima terça, o time de Sampaoli vai encarar a seleção do Equador, oitavo colocado da tabela.

Mais conteúdo sobre:
Jorge Sampaoli

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.