Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Sampaoli volta a lamentar chances desperdiçadas pelo Atlético-MG

Técnico terá vários desfalques para lidar na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, incluindo ele mesmo

Redação, Estadão Conteúdo

10 de setembro de 2020 | 01h08

Na vitória sobre o Coritiba, por 1 a 0, no último final de semana, Jorge Sampaoli havia alertado para os problemas que o Atlético-MG poderia encontrar se não aproveitasse as chances criadas. Parece que ele já previa o que aconteceria nesta quarta-feira, na Vila Belmiro.

Mesmo jogando fora de casa, o Atlético-MG começou dominando o Santos e teve várias oportunidades de abrir o placar antes dos 15 minutos, quando o goleiro Rafael cometeu falta em Marinho e foi expulso. Por isso que, ao final da partida, Sampaoli lamentou as chances desperdiçadas.

"Nos 15 primeiros minutos, tivemos sete situações claras de gol e não conseguimos marcar. Houve expulsão. A gente buscou, insistiu com um jogador a menos e não tivemos a fortuna ou a precisão de levar algo daqui", lamentou o treinador argentino.

Mas Sampaoli não tem muito tempo para lamentar, pois o Atlético-MG volta a campo no domingo, contra o Red Bull Bragantino, no Mineirão. E o treinador vai precisar quebrar a cabeça para definir o time titular.

O goleiro Rafael cumpre suspensão automática pela expulsão, enquanto o volante Jair recebeu o terceiro cartão amarelo. O próprio treinador não vai poder comandar o time no banco de reservas, porque foi amarelado pela terceira vez neste Brasileirão.

Com 15 pontos, o Atlético-MG perdeu a chance de assumir a liderança mesmo que de forma provisória e ainda foi ultrapassado pelo Flamengo, caindo para o quarto lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.