Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Divulgação/Leeds United
Divulgação/Leeds United

San Francisco 49ers compra mais ações e amplia participação no Leeds para 37%

Após iniciar parceria em 2018, equipe americana passa a ter vice-presidente no comando do clube inglês

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2021 | 13h23

O San Francisco 49ers terá um papel mais importante na gestão do Leeds United após aumentar a sua participação para 37% no clube da primeira divisão inglesa. Paraag Marathe, presidente da 49ers Enterprises, passará a ser vice-presidente do clube do norte da Inglaterra sob o comando de Andrea Radrizzani, que continua sendo o principal acionista.

Os 49ers compraram pela primeira vez 15% da equipe em 2018. E na temporada 2019/2020, o clube conseguiu o acesso ao Campeonato Inglês depois de uma ausência de 16 anos, o que motivou o aumento do investimento da franquia da NFL. "Nosso investimento de dois anos e meio atrás foi para mergulhar os pés na água", disse Marathe à agência de notícias The Associated Press.

"Nós realmente sentimos que o Leeds tem a estrutura de um poderoso grande clube global e com uma grande base de fãs pelo mundo e tudo mais que ele tem", acrescentou. "À medida que passamos mais tempo lá, percebemos que isso é verdade, e uma boa oportunidade, por isso não demorou muito para perceber que queria estar envolvido de uma forma muito mais profunda".

O Leeds conquistou admiradores com o estilo de jogo implementado pelo técnico Marcelo Bielsa, ocupando o 12.º lugar no Campeonato Inglês. "Queremos ser competitivos de forma sustentável", disse Marathe. "Trata-se realmente de um envolvimento mais profundo. E não só eu, mas todos nós nos 49ers, implementando nossos recursos, experiência e planos para o sucesso do Leeds, permitindo que esse clube realmente se transforme também."

Radrizzani espera que os gestores do 49ers ajudem o clube a dar passos para se tornar mais competitivo, voltando a disputar competições europeias. "Agora que alcançamos a promoção e demos um início positivo para a nova campanha, não há melhor momento para olhar para o futuro, pois pretendemos levar este clube de futebol para o próximo nível, inicialmente nos tornando uma presença estabelecida na Premier League antes de perseguir nossos sonhos de levar o Leeds United de volta à Europa”, afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.