San Lorenzo tem nova baixa no ataque

Enquanto o técnico do Corinthians, Vanderlei Luxemburgo, arma um ataque ofensivo, com três jogadores para enfrentar o San Lorenzo, na primeira partida da semifinal da Copa Mercosul, na quarta-feira, no Pacaembu, o time argentino caminha no sentido contrário. Não por opção, mas por azar mesmo. O veterano atacante Beto Acosta que iria substituir Raúl Estévez, contundido no joelho direito, também sofreu uma contusão e não viajou com o time argentino para o Brasil. Acosta se machucou no último treino do San Lorenzo antes de viajar para São Paulo, local do jogo. Ele sentiu uma lesão muscular após dar um pique atrás da bola e deve, segundo os médicos do clube, ficar de fora dos gramados por 15 dias. ?Fui correr atrás da bola e senti uma dor insuportável nas costas?, disse. ?A minha raiva é que este seria o jogo ideal para mim?, lamentou. O técnico chileno Manuel Pellegrini, agora sem muitas opções de ataque para enfrentar o time paulista, deve escalar o juvenil Maximiliano Bevacqua.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.