San Lorenzo/Divulgação
San Lorenzo/Divulgação

San Lorenzo vai enfrentar Corinthians com portões fechados

Clube argentino terá de cumprir punição imposta pela Conmebol e não terá torcida no Nuevo Gasómetro no jogo da Libertadores

Estadão Conteúdo

12 de fevereiro de 2015 | 15h21

A diretoria do Corinthians confirmou nesta quinta-feira que a partida contra o San Lorenzo, no dia 4 de março, será disputada com os portões fechados do Estádio Nuevo Gasómetro, na Argentina. O confronto é válido pela segunda rodada do Grupo 2 da Taça Libertadores.

O Corinthians explicou que foi notificado da punição imposta ao San Lorenzo pela Conmebol e inclusive publicou o comunicado da Confederação Sul-Americana de Futebol no seu site oficial. E com essa determinação, nem os torcedores do clube paulista poderão comparecer ao Nuevo Gasómetro. 

"A medida é uma punição imposta pela entidade Sul-Americana ao clube argentino. Portanto, não será permitida a entrada de torcedores de nenhum dos clubes nas dependências do estádio", explicou o Corinthians. 

O duelo com o San Lorenzo será o último do time sem o atacante peruano Paolo Guerrero, que foi expulso no jogo de ida da fase preliminar da Libertadores diante do Once Caldas, e acabou sendo suspenso por três partidas pela Conmebol. 

Após triunfar no primeiro jogo por 4 a 0, o Corinthians empatou por 1 a 1 com o time colombiano em Manizales, na última quarta-feira, e se garantiu na fase de grupos da Libertadores. A estreia corintiana no Grupo 2 será na próxima quarta, no Itaquerão, diante do São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.