Sanções dificultam trabalho nas categorias de base do Barcelona

Sanções dificultam trabalho nas categorias de base do Barcelona

Clube da Catalunha sofre com punições impostas pela Fifa

O Estado de S. Paulo

10 de setembro de 2015 | 07h00

Atual vencedor da Liga dos Campeões e time a ser batido dentro de campo, o Barcelona não passa por um momento tranquilo fora das quatro linhas. Segundo o jornal espanhol AS, os catalães podem sofrer novas sanções da Fifa em virtude de contratações irregulares de jovens atletas para as suas categorias de base, que já têm encontrado dificuldades após algumas punições.

Entre as restrições já impostas pela entidade, o clube teve que se desfazer de diversas promessas, sendo que nove delas não podem nem mais morar em La Masia – como é chamada a sede das categorias de base do Barça. A situação é tão complicada que, segundo o AS, um dos times da base catalã terá que disputar um torneio em Madri com apenas 12 atletas. Em outras palavras, apenas um jogador poderá ficar no banco de reservas durante as partidas.

Em outro caso extremo, o camarônes Patrice Sousia, de 16 anos, teve que ser acolhido pela família de Álex Collado, seu ex-companheiro de equipe, para ter onde morar. Sem intenção de voltar para sua terra natal, ele pode arranjar uma vaga na pequena equipe do Prats, onde joga Jonathan Collado, irmão de Álex, para continuar em atividade enquanto o imbróglio envolvendo o Barcelona não acabar.

Como se não bastassem os problemas em La Masia, os catalães também veem as irregularidades nas  contratações atrapalharem o time principal. Punido no começo do ano passado, o Barcelona não pode inscrever novos reforços nas competições que disputa até o começo do próximo ano. Contratados nesta janela de transferências, Aleix Vidal e Arda Turan podem apenas treinar pela equipe até 2016.

RESPOSTA 

O Barcelona se defende argumentando que as penas impostas pela Fifa acabam tendo os atletas como os principais prejudicados. O clube divulgou nota oficial na última segunda-feira explicando o afastamento dos últimos cinco jogadores por imposição da entidade.

Confira o comunicado oficial do Barcelona:

Como consequência da sanção imposta pela FIFA em 2014, o FC Barcelona entrou com o pedido de regularização da situação de, entre outros, cinco jogadores das categorias de base.

A medida foi adotada a respeito destes jogadores por causa da posição da FIFA em relação a estes, segundo a qual, no seu entender estes jogadores não pode treinar, jogar e morar nas instalações do Club. O FC Barcelona não renovou estas licenças para que não se pudesse interpretar que não cumpria as regras da FIFA.

Para este fim, o FC Barcelona adotou as medidas que considerou adequadas respeitando ao máximo as situações pessoais de cada um dos afetados. Os jogadores foram informados em todos os momentos, o processo que determinou sua desvinculação do clube. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.