Sandri começa a armar o time

Após o treino coletivo da manhã de hoje, o técnico do Botafogo, Lori Sandri, já esboçou a escalação do time para o primeiro jogo, no domingo, mas definirá tudo na sexta-feira. Primeiro, ele observará a atuação do Corinthians amanhã (17), diante do Atlético-PR, pela Copa do Brasil. Sandri quer detectar como Wanderley Luxemburgo escalará sua equipe em Ribeirão Preto. Porém, as opções são poucas.Com a volta de Douglas, que cumpriu suspensão contra a Ponte Preta, em Campinas, Chris será recuado para a defesa, na função do suspenso Bell. Mas é no meio-de-campo e no ataque que a situação se complica. Leandro está suspenso e Luciano Ratinho, o mais habilidoso do time, dificilmente jogará no estádio Santa Cruz. As primeiras opções de Sandri são Birinha e César, que podem se revezar entre a armação de jogada e o ataque, fazendo com que Robert saia para os lados, abrindo espaços para quem chega de trás. César sabe marcar melhor e Birinha tem facilidade para atacar, embora não tenha atuado bem neste ano. "É uma oportunidade de ouro, não posso desperdiçar; vou tentar agarrá-la", avisou Birinha, de 22 anos, revelado pelo clube e nascido em Ribeirão Preto, mas que jamais fez um gol como profissional. Em 2000, ao lado do volante Chicão, foi campeão da Série B1 pelo Flamengo, de Guarulhos.Sandri gostou do primeiro treino. "Foi bem movimentado, dentro do que eu queria, mas ainda é cedo para definir o time", explicou ele. O treinador tem outra opção: Gauchinho. O atacante aguarda a decisão do técnico, mas sem reivindicar a condição de titular."Era titular e saí por contusão, mas o Lori sempre foi claro comigo", comentou ele. César, que já atuou como lateral e fez o primeiro gol no Botafogo diante da Ponte Preta, em cobrança de falta, diz estar preparado para jogar. "Eu atuaria pelo lado direito e o Birinha pelo esquerdo, sendo que ele teria mais liberdade que eu para atacar", disse César.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.