Divulgação/Santos FC
Divulgação/Santos FC

Maicon exalta elenco do Santos em apresentação e promete 'qualidade' na defesa

Zagueiro de 33 anos com passagem pelo São Paulo afirma que treinamentos devem fazer o time evoluir antes da estreia no Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

29 de março de 2022 | 15h24

Apresentado oficialmente pelo Santos nesta terça-feira, o zagueiro Maicon exaltou o elenco santista, apesar das dificuldades enfrentadas pela equipe nos últimos meses, e prometeu mais qualidade ao setor defensivo do time. "Vamos procurar fazer nosso jogo como sempre procuramos fazer, ser uma equipe compacta, agressiva", afirmou.

Maicon chegou ao clube ainda durante a disputa do Paulistão, mas ainda não estreou. O jogador, portanto, acompanhou de perto os obstáculos da equipe no Estadual, no qual correu risco de rebaixamento pelo segundo ano seguido.

Na sua avaliação, a defesa santista não é o único culpado pela fase difícil da equipe da Vila Belmiro. "Às vezes a equipe é bem ofensiva, marca muitos gols, mas recebe muitos gols também. Muitas vezes colocamos a culpa no setor defensivo, mas não é o culpado por muitas coisas. No futebol moderno hoje, se você não correr, não consegue ter o resultado positivo, todos têm que se ajudar."

O zagueiro de 33 anos acredita que o tempo dedicado aos treinos nas últimas semanas, em razão da queda precoce do Santos no Estadual, já trouxe resultados para a equipe. "Com este tempo de parada, tivemos tempo proveitoso para nos alinharmos melhor defensivamente", garantiu.

"Tivemos como trabalhar o setor ofensivo, defensivo. Vamos tentar impor nosso jogo, mas temos uma equipe de bastante qualidade. Apesar da eliminação precoce no Paulista, o nosso elenco tem qualidade. Chegaram jogadores novos, eu cheguei. Todos podem acrescentar bastante. O Sánchez, vindo de lesão, também pode acrescentar bastante, muito experiente, já fez muito pelo Santos. Podemos começar a competição muito bem, bem agressivos."

Além dos elogios, Maicon também cobrou o elenco por melhores resultados. "Quem não aguenta pressão não serve para jogar em time grande. Pressão sempre vai haver. Vamos fazer de tudo para que a gente consiga colocar o Santos num lugar mais alto."

A apresentação do reforço santista marcou a primeira entrevista coletiva presencial no Santos desde o início da pandemia de covid-19.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos Futebol ClubeMaicon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.