Santa Cruz atropela o Mogi Mirim e volta à Série A depois de nove anos

Depois de nove anos, o Santa Cruz está de volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Neste sábado à tarde, o time tricolor pernambucano venceu o lanterna Mogi Mirim por 3 a 0 no estádio Novelli Júnior, em Itu (SP), e comemorou a vaga antecipada nesta 37.ª rodada da Série B. A última vez que disputou a principal divisão do futebol nacional foi em 2006.

Estadão Conteúdo

21 Novembro 2015 | 19h41

Além do acesso, o Santa Cruz ainda se manteve vivo na briga pelo vice-campeonato, já que atualmente é terceiro colocado com 64 pontos, dois a menos que o Vitória, seu adversário na última rodada, em Pernambuco. Do outro lado, o Mogi confirmou a lanterna da competição, com apenas 23 pontos. Já estava rebaixado para a Série C.

Durante toda a semana, o técnico Marcelo Martelotte treinou o time do Santa Cruz para pressionar a saída de bola do adversário e sufocar o Mogi Mirim no campo de defesa. Mas, em campo, o treinador viu Danny Moraes perder todas as disputas com a defesa e sem conseguir proteger a bola pelo menos uma vez de costas para o gol.

Na melhor chance da primeira etapa, Allan cruzou no segundo pau e o goleiro Daniel espalmou fraco para a entrada da área. Dunguinha viu bem o jogo e tocou para Daniel Costa, que teve espaço para ajeitar e tentar o arremate no ângulo. Ainda assim, muito mal, o meia conseguiu jogar a bola para fora.

A conversa no vestiário deu certo e os visitantes voltaram muito mais ligados para o segundo tempo. Na primeira grande chance, Luisinho ficou sozinho pelo lado esquerdo e tentou cruzar para Bruno Moraes, mas a zaga afastou. Na cobrança de escanteio, Anderson Rosa segurou Alemão na grande área, o árbitro marcou e Daniel Costa converteu a penalidade máxima, aos 10 minutos.

Pouco tempo depois, aos 13 minutos, Renatinho soltou a bomba de fora da área e o goleiro Daniel mais uma vez espalmou muito mal para a entrada da grande área. Desta vez, Bruno Moraes dominou sozinho na marca do pênalti e bateu firme no canto esquerdo. O arqueiro adversário até chegou a tocar na bola, mas só espalmou para o fundo das redes.

Jogando com a vantagem, o técnico Marcelo Martelotte começou a poupar alguns jogadores. Com isso, Renatinho deu lugar a Bileu, e a substituição teve efeito. Aos 32 minutos, Daniel Costa puxou o contra-ataque, Raniel tentou o arremate, mas o goleiro Daniel mais uma vez espalmou. Sozinho, o jogador que deixou o banco de reservas só empurrou. Festa de Bileu, festança em Recife.

A última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro será no próximo sábado. Por isso, todos os jogos foram marcados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no mesmo horário, às 17h30. O Santa Cruz recebe o Vitória no estádio Arruda, em Recife (PE), para definir as primeiras posições. Já o Mogi Mirim faz seu último confronto em Lucas do Rio Verde, contra o Luverdense, no estádio Passo das Emas.

FICHA TÉCNICA:

MOGI MIRIM 0 X 3 SANTA CRUZ

MOGI MIRIM - Daniel; Michel Tiago (Everaldo), Pablo, Renato Camilo e Dieguinho; Romarinho, Franco, Anderson Rosa e Dunguinha (Gustavo Costa); Keké e Jô (Daniel Trajano). Técnico - Toninho Cecílio.

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Vitor, Danny Morais, Alemão e Allan; Wellington, João Paulo, Daniel Costa (Vinícius Reche), Renatinho (Bileu) e Luisinho; Bruno Moraes (Raniel). Técnico - Marcelo Martelotte.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO).

GOLS - Daniel Costa, pênalti, aos 10, Bruno Moraes, aos 13, e Bileu, aos 32 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Anderson Rosa, Renato Camilo e Romarinho (Mogi Mirim); Alemão (Santa Cruz).

RENDA - R$ 81.080,00.

PÚBLICO - 1.400 pagantes.

LOCAL - Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.