Rodrigo Baltar/Santa Cruz
Rodrigo Baltar/Santa Cruz

Santa Cruz derrota Vila Nova e encosta no G-4 da Série B

Invencibilidade de quatro jogos coincide com a chegada do técnico Givanildo Oliveira

Estadao Conteudo

18 de julho de 2017 | 22h46

O Santa Cruz encostou de vez na briga pelo G-4 - zona de acesso - da Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando na Arena Pernambuco, venceu o Vila Nova por 1 a 0 e completou, nesta 15ª rodada, quatro jogos sem perder, com dois empates e duas vitórias. A invencibilidade coincide com a chegada do técnico Givanildo Oliveira.

O técnico foi um dos mais elogiados pela torcida após a partida, já que conseguiu tirar o time da briga contra o rebaixamento, reencontrou o caminho das vitórias e agora sonha com o acesso, com 22 pontos. Do outro lado, o Vila Nova conheceu sua segunda derrota consecutiva e desperdiçou a oportunidade de voltar para o G-4, com 23 pontos.

Durante o primeiro tempo, o Santa Cruz ficou com a posse de bola, mas isso não quer dizer que foi melhor em campo. O técnico Hemerson Maria acertou no posicionamento defensivo do Vila Nova e afastou quase todas as oportunidades de perigo. Mas, se os goleiros pouco participaram, o árbitro Paulo Schleich Vollkopf entrou em cena aos 29 minutos.

André Luís aproveitou um espaço entre as linhas de marcação goiana e carregou a bola pela intermediária. Sem encontrar resistência, ele foi avançando pela ponta direita, até que trombou com Claudinei dentro de área. Os jogadores do Santa Cruz ficaram pedindo a penalidade máxima, mas o trio de arbitragem deixou o lance seguir.

O Santa Cruz só conseguiu abrir o placar no segundo tempo graças ao talento individual de João Paulo. Ele recebeu de Bruno Paulo na ponta esquerda, cortou a marcação e cruzou rasteiro para André Luis. Com tranquilidade, o atacante encheu o pé para vencer o goleiro Luis Carlos, aos nove minutos, explodindo as arquibancadas da Arena Pernambuco.

Atrás no placar, o Vila teve que afrouxar um pouco mais sua marcação para tentar o empate, o que aos poucos foi resultando em espaço para o Santa Cruz. Aos 32 minutos, Bruno Paulo acertou um lançamento na medida para Hallef Pitbull. Sem impedimento, ele recebeu frente a frente com o goleiro Luis Carlos e conseguiu bater para fora.

O Santa Cruz volta a campo na sexta-feira, contra o Boa, às 20h30, na Arena Pernambuco. O Vila Nova recebe o Internacional, às 16h30 do sábado, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO). A partida será realizada sem torcida porque o time goiano foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda de cinco mandos de campo pela confusão entre os torcedores no clássico diante do Goiás.

FICHA TÉCNICA:

SANTA CRUZ 1 x 0 VILA NOVA

SANTA CRUZ - Julio César; Gabriel Valles, Bruno Silva, Anderson Salles e Tiago Costa; Wellington Cezar, Derley e João Paulo; Augusto (Bruno Paulo), André Luis (William Barbio) e Hallef Pitbull (Sandro). Técnico: Givanildo Oliveira.

VILA NOVA - Luis Carlos; Maguinho, Alemão, Wesley Matos e Gastón Filgueiras; Heitor, Léo Rodrigues (Mateus Anderson), Claudinei (Tiago Adan) e Alan Mineiro; Alípio (Fernando Medeiros) e Moisés. Técnico: Hemerson Maria.

GOL - André Luis, aos nove minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Bruno Silva (Santa Cruz); Gastón Filgueira e Alemão (Vila Nova).

ÁRBITRO - Paulo Schleich Vollkopf (MS).

RENDA - R$ 60.610,00.

PÚBLICO - 6.731 pagantes.

LOCAL - Arena Pernambuco, em Recife (PE).S

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.