Santa Cruz mantém quarto lugar com vitória e deixa Oeste em perigo

O Santa Cruz segue caminhando a passos largos rumo ao acesso à elite do Campeonato Brasileiro. Na noite desta terça-feira, no complemento da 35ª rodada da Série B, o time pernambucano se consolidou ainda mais no G4 ao derrotar o Oeste, por 3 a 1, no Arruda, em Recife (PE).

Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2015 | 00h05

Com a vitória, o time pernambucano chegou aos 58 pontos, manteve o quarto lugar, agora com o Sampaio Corrêa (57) na cola, já que o Náutico (56) tropeçou diante do Macaé. O Oeste, por outro lado, ainda corre risco de degola, em 15.º lugar, com 42 pontos. Está três na frente do Macaé, com 39, primeiro na zona de descenso. ABC, Boa e Mogi Mirim já caíram para a Série C.

A euforia pela possibilidade de entrar no G4 fez mal ao Santa Cruz no início. Nervoso, o time pernambucano errou muito e viu o Oeste ser mais perigoso. Quando passava por seu pior momento no jogo, o Santa Cruz conseguiu abrir o placar, aos 22 minutos. Em cobrança de falta, o meia Daniel Costa acertou o pé e não deu chances para o goleiro adversário.

O gol mudou completamente o panorama da partida, pois os donos da casa conseguiram controlar melhor as ações, pararam de ser ameaçados e ampliaram antes do intervalo em finalização do zagueiro Danny Morais, aos 42 minutos.

Os paulistas voltaram com gás novo e assustaram o Santa Cruz, que havia adotado uma postura mais recuada. Renan Mota, novamente, exigiu grande defesa Tiago Cardoso. Mais uma vez, os donos da casa foram mortais e ampliaram o marcador aos 28 minutos. O zagueiro Allan arrancou do campo de defesa, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Luisinho complementar para o fundo das redes. O atacante se empolgou com o gol e quase marcou o segundo, logo em seguida, mas carimbou o travessão.

No final, ainda deu tempo do Oeste descontar. Aos 42 minutos, Rafael Martins aproveitou cobrança de escanteio e deu um leve desvio de cabeça para o fundo das redes.

O Oeste volta a campo contra o Criciúma, na próxima sexta-feira, às 21 horas, no José Liberatti, em Osasco (SP). No sábado, o Santa Cruz encara o líder Botafogo, às 17h30, no Engenhão, no Rio.

FICHA TÉCNICA:

SANTA CRUZ 3 X 1 OESTE

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Bileu, Alemão, Danny Morais e Allan; Wellington (Moradei), Daniel Costa (Renatinho), Lelê e Luisinho; Vinícius Reche (Bruninho) e Bruno Moraes. Técnico - Marcelo Martelotte.

OESTE - Leandro Santos; Guilherme Amorim, Daniel Gigante, Júnior Lopes e Fernandinho; Betinho, Renan Mota (Rafael Martins), Mazinho e Patrik (Wangler); Rodriguinho (Cristiano) e Wagninho. Técnico - Renan Freitas

GOLS - Daniel Costa, aos 22, e Danny Morais, aos 42 minutos do primeiro tempo. Luisinho, aos 28, e Rafael Martins, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Lelê, Bruno Moraes e Bruninho (Santa Cruz); Fernandinho, Wagninho, Guilherme Amorim, Leandro Santos (Oeste).

CARTÃO VERMELHO - Daniel Gigante (Oeste).

RENDA - R$ 322.175,00.

PÚBLICO - 26.600 pagantes.

LOCAL - Estádio do Arruda, em Recife (PE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSanta CruzSérie BOeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.