Santa Cruz vence ABC em casa e entra na briga pela ponta da Série B

Time pernambucano encara o Goiás no Serra Dourada na próxima terça-feira

Estadão Conteúdo

03 de junho de 2017 | 19h18

O Santa Cruz venceu o ABC, por 2 a 1, neste sábado, no estádio do Arruda, no Recife, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O jogo foi marcado por uma grande confusão gerada pela troca de camisas entre dois jogadores do time potiguar. O time pernambucano, agora, soma nove pontos, dentro do G4, contra cinco do ABC, na zona intermediária da classificação.

O jogo começou movimentado, inclusive com o ABC chegando mais na frente, usando bem a velocidade de seus atacantes. Júlio César defendeu bem uma cabeçada de Nando, evitando o gol do ABC aos 18 minutos. Pelo lado do Santa Cruz, o zagueiro Anderson Salles exigiu boa defesa de Edson aos 26 minutos.

Mesmo com volume maior, o ABC sofreu o gol aos 36 minutos. Isso aconteceu em jogada individual do lateral-esquerdo Roberto, que desceu em diagonal e passou por vários adversários antes de chutar no canto direito de Edson.

Dois minutos depois, o visitante empatou com Adriano Pardal, que aproveitou de cabeça o cruzamento de Dalberto. Foi quando se notou que as camisas de ambos estavam trocadas. A 7 de Pardal estava com Dalberto, que usaria a número 11.

Aos 47 minutos, o árbitro Cleisson Veloso Pereira errou ao marcar pênalti de Jardel em cima de André Luis. A falta aconteceu claramente fora da área. Na cobrança, Anderson Salles bateu forte, porém, a bola explodiu no travessão. Isso aos 48 minutos.

Por conta da confusão das camisas, o ABC demorou 20 minutos para voltar a campo. Como Adriano Pardal já tinha recebido o cartão amarelo, havia a dúvida de que ele poderia receber outro amarelo e ser expulso na volta para campo. Por isso, ele foi substituído por Echeverría. O lateral Jonathan Bocão, já amarelado, foi trocado por Levy.

Mas logo o Santa Cruz ficou na frente no placar. Aos quatro minutos, Primão lançou Ricardo Bueno pelo lado esquerdo da área e ele soltou a bomba de esquerda. A bola explodiu no travessão e caiu nos pés de André Luís, que ajeitou com categoria, tirou do adversário e bateu cruzado.

O ABC não teve forças para reagir. O Santa Cruz manteve seu ritmo e criou outras chances para ampliar. João Paulo perdeu um gol quase em cima da linha do gol, aos 37, e Ricardo Bueno, aos 45 minutos, fez um gol legal e que acabou anulado pela arbitragem.

Na próxima terça-feira, pela quinta rodada, o Santa Cruz enfrenta o Goiás, às 20h30, no Serra Dourada, em Goiânia. O ABC vai buscar a reabilitação em casa diante do líder Paysandu, às 19h15.

FICHA TÉCNICA:

SANTA CRUZ 2 x 1 ABC

SANTA CRUZ - Júlio César; Gino, Anderson Salles, Bruno Silva e Roberto (Eduardo Brito); David, Elicarlos, André Luís (Bruno Paulo) e Everton Santos; Thiago Primão (João Paulo) e Ricardo Bueno. Técnico: Vinícius Eutrópio.

ABC - Edson; Jonathan Bocão (Levy), Léo Fortunato, Cleiton e Eltinho; Felipe Guedes, Jardel, Gegê e Adriano Pardal (Echeveria); Nando e Dalberto (Túlio Renan). Técnico: Geninho.

GOLS - Roberto, aos 36, e Adriano Pardal, aos 38 minutos do primeiro tempo. André Luís, aos três minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Cleisson Veloso Pereira (MG)

CARTÕES AMARELOS - Ricardo Bueno (Santa Cruz). Jonathan Bocão, Levy, Cleiton e Adriano Pardal (ABC).

CARTÃO VERMELHO - Felipe Guedes (ABC).

RENDA - R$ 41.620.

PÚBLICO - 4.834 pagantes.

LOCAL - Estádio do Arruda, no Recife (PE).

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Santa CruzfutebolSanta Cruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.