Montagem|Estadão
Montagem|Estadão

Buscando arrancada, Fluminense recebe o invicto Santa Cruz

Time pernambucano não perde há 15 jogos; Fred é esperança no Flu

Thiago Rabelo, especial para a AE, Estadão Conteúdo

21 de maio de 2016 | 07h45

A estreia com vitória fora de casa animou o Fluminense para a sequência do Campeonato Brasileiro. Campeão da Copa Sul-Minas-Rio, o time enfrenta o Santa Cruz, neste sábado, às 18h30, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). O jogo é válido pela segunda rodada e tem como pano de fundo o bom momento rival de Pernambuco, que estava ausente da elite do futebol nacional há 10 anos.

Na primeira rodada, as duas equipes venceram. No estádio Independência, em Belo Horizonte, o Fluminense surpreendeu o América-MG e triunfou por 1 a 0, enquanto que os pernambucanos golearam o Vitória por 4 a 1, no estádio do Arruda, no Recife.

Além de ter emplacado mais uma vitória, o Fluminense comemora a boa fase de Fred. Foi a terceira partida consecutiva em que o atacante balançou as redes, uma situação bem diferente de um mês atrás, quando o jogador se rebelou, brigou com o técnico Levir Culpi e ameaçou sair. Após longa reunião, o centroavante se arrependeu e retornou ao clube.

A mudança de comportamento do jogador fez com que Levir Culpi desse novo voto de confiança ao atleta. Mesmo quando atuou mal, Fred disputou os 90 minutos e tem correspondido. Contra o América-MG, foi dele o gol da vitória.

Outra mudança tem sido no esquema tático. Gustavo Scarpa foi recuado para a armação da equipe, com a entrada do centroavante Richarlison na frente no lugar de Gérson, meia que retornará para a Roma no meio do ano. Osvaldo também ganhou a disputa com Marcos Júnior, autor do gol sobre o Atlético Paranaense, pela final da Copa Sul-Minas-Rio.

Na lateral esquerda, o treinador segue a improvisar Wellington Silva, já que Giovanni e Léo Pelé não agradaram. Pela falta de jogadores na posição, o clube anunciou a contratação de William Matheus, ex-Goiás e que estava no Toulouse, da França.

SANTA

O time do Recife estreou com o pé direito no Brasileirão e goleou o Vitória por 4 a 1, em casa, com grande atuação do atacante Grafite, e está invicto há 15 jogos. O veterano dos gramados marcou dois gols, o primeiro um golaço, fazendo fila na zaga adversária, e agora espera manter a boa fase. Para o duelo contra a equipe carioca, ele destacou o reencontro com um ex-parceiro de seleção brasileira.

"Vai ser um bom jogo. Vou ver o Fred, que é um conhecido meu e com quem tenho boa relação. Fomos juntos para a seleção. É um cara que tem uma história bonita no futebol. Mas o duelo de Fred é com Neris e Danny Morais (dupla de zaga do Santa Cruz). Meu duelo será com Gum e Henrique", comentou o jogador de 37 anos.

Para a partida, o técnico Milton Mendes terá que fazer ao menos uma mudança em relação do time da estreia. O lateral-direito Vítor reclamou de dores na coxa e não foi relacionado para a partida. No lugar dele entrará Léo Moura, ídolo do Flamengo, e que conhece bem o Fluminense. Outra novidade pode ser a entrada do volante Álex Bolaños, que foi regularizado na última semana e disputa vaga com Wellington Cézar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.