Santa quebra tabu e vence Fortaleza

O Santa Cruz venceu o Fortaleza, por 3 a 1, nesta terça-feira à noite, no Estádio do Arruda, chegando aos quatro pontos no rupo A do Campeonato Brasileiro da Série B e se mantendo na briga direta por uma das duas vagas ao quadrangular final. O Fortaleza continua com apenas um ponto. O Ituano lidera com sete pontos após vencer, por 2 a 1, o Brasiliense, que continua com quatro pontos. O tricolor pernambucano não vencia o tricolor cearense há 11 anos e dentro do seu estádio, em Recife, por 18 anos. No sábado à tarde, os dois times voltam a se enfrentar, desta vez na capital cearense pelo início do returno.Para vencer, o Santa Cruz contou com a ajuda do técnico Zetti que posicionou o Fortaleza muito mal. Ele adotou uma tática suicida, tentando se impor na casa do adversário. Mas seu time deslizava em campo. Seus laterais desciam ao mesmo tempo, os meias se arriscavam muito ao ataque e a defesa jogava em linha. Desta forma, ficou exposta aos contra-ataques.Aos 14 minutos, Mazinho Lima tentou dar um estourão, mas a bola tocou nas costas de Rosembrick e sobrou para a corrida de Curê. Ele caminhou até a área e tocou do outro lado para o complemento de Carlinhos Bala, em posição duvidosa. Aos 22 minutos, saiu o segundo gol. O zagueiro Roberto cobrou falta com violência, a bola desviou na barreira e tirou o goleiro Bosco do lance. Aos 27 minutos, Edson Araújo marcou para o Fortaleza, mas o bandeira Marco Antônio Martins marcou, erradamente, o impedimento. O esforço ofensivo do Fortaleza foi recompensado pelo gol de Ronaldo Angelim, aos 40 minutos. Após escanteio ele subiu mais do que Finazzi, que o marcava, e testou firme de cabeça no canto esquerdo de Guto.O Fortaleza voltou para o tudo ou nada no segundo tempo, quase empatando com Edson Araújo aos 20 segundos. Mas era apenas um lance esporádico porque o Santa Cruz voltou a usar sua velocidade. Assim chegou ao terceiro gol aos sete minutos, quando Curê fez o cruzamento, Finazzi ajeitou na área, driblou Sérgio e chutou rasteiro no canto direito de Bosco. Em seguida, o Santa teve mais duas chances claras para ampliar com Camilo.A situação do Fortaleza ficou pior aos 17 minutos quando Erandir fez uma falta dura e acabou "dedurado" pelo bandeira Marco Antônio Martins. Em seguida recebeu o cartão vermelho. Na base da pressão, o Fortaleza conseguiu mandar duas bolas no travessão, aos 29 com Marco Antônio, e aos 30 minutos com Juninho Goiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.