Santista empolga Nenê após treino

Se depender do desempenho da Portuguesa Santista no jogo-treino contra o Jabaquara, nesta quinta-feira à tarde, em Santos, o time vai dar muito trabalho ao Palmeiras, domingo, pelas quartas-de-final do Campeonato Paulista. O técnico Nenê também parece já ter tirado a dúvida sobre o esquema tático que vai utilizar, preferindo o 4-4-2. Pelo menos, o esquema funcionou bem na vitória por 3 a 0 sobre um adversário apenas valente e que participará do Campeonato Paulista da Série B2, equivalente à quinta divisão. Mas a Portuguesa atuou praticamente com três atacantes, uma vez que a saída do zagueiro Valdir, suspenso com três cartões amarelos, abriu a vaga para o retorno do atacante Nando. A vitória por 3 a 0 foi construída com gols de Marlon, Fabinho e Reinaldo. No segundo tempo, o técnico utilizou os reservas, que venceram por 1 a 0, com gol de Ricardo Miranda. Nenê falou com entusiasmo do desempenho de seus atacantes. "Conseguimos chegar no ponto ideal. Treinamos bem durante toda a semana e confesso estar bastante confiante. Só falta definir algumas situações de jogo." O técnico, porém, não quis confirmar o retorno de Nando e nem a provável formação para pegar o Palmeiras. Não deverá fugir do time considerado titular nesta tarde de quinta-feira com: Cristiano; Edson Mendes, Diguinho, Chicão e Fabinho; Axel, Beto, Reinaldo e João Fumaça; Nando e Marlon. Além de Nando, recuperado de contusão na panturilha no lugar de Valdir, o técnico Nenê pode contar com os meio-campistas Beto e Axel, recuperados de forte gripe. A procura pelos ingressos tem sido muito boa, animando os dirigentes. O preço da arquibancada e torcedor-família (bilhete que será vendido até sábado, com direito ao torcedor levar mulher e três filhos de 5 a 12 anos) é de R$ 20,00. A meia-entrada será válida para estudantes, aposentados, maiores de 65 e menores de 18 anos e professores da Rede Publica. No domingo, os torcedores da Santista entram pelo portão 1, os palmeirenses pelo 2 e o torcedor-família no 3.

Agencia Estado,

18 de março de 2004 | 20h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.