Santista pega o ameaçado Marília

Considerada a pedra no sapato dos times grandes, a Portuguesa Santista enfrenta o ameaçado Marília nesta quarta-feira, às 20h30, no Ulrico Mursa, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Depois do empate com o Santos e a vitória sobre o Palmeiras, o ambiente é de total confiança no clube. Pelo lado do Marília, o clima é de tensão. O time vem de três derrotas consecutivas, no domingo o treinador Luís Carlos Martins teve uma reunião com a diretoria e foi mantido no cargo. Outro tropeço pode ser fatal.A Santista está com seis pontos, na 13ª posição. O Marília está na zona de rebaixamento, em 17º lugar posição, somando apenas três pontos. O técnico Sérgio Guedes vai manter o mesmo time que venceu o Palmeiras. Não há nenhum problema de suspensão e nem p or contusão.O Marília vai sofrer várias mudanças. A primeira será no esquema tático. Sai o tradicional 4-4-2 e entra o esquema com três zagueiros, devido a preocupação do treinador pelo excesso dos gols tomados nas últimas partidas. O time tem vários desfalques: o lateral Cláudio, o volante João Marcos e o meia Sérgio Manoel estão suspensos, enquanto o goleiro Guto está machucado. Na vaga de Cláudio joga, improvisado, Juninho. João Marcos dá lugar para Beto e Éder entra no lugar de Sérgio Manoel. Caberá a Bruno a v aga de Guto, que sentiu uma contusão no joelho.

Agencia Estado,

08 de fevereiro de 2005 | 15h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.