Santista tem dois times para o Paulista

O time da Portuguesa Santista dirigido por Nenê está fazendo a pré-temporada em Santa Rita do Passa Quatro, enquanto outra equipe da mesma Portuguesa, sob o comando de Israel de Jesus, treina em Campinas, no CT Zé Sérgio. Qual delas irá estrear no Paulista, dia 21, contra a Portuguesa de Desportos? Isso, só a Justiça dirá. É que o clube está em litígio judicial com a Futura Esportes, empresa que assumiu o futebol da Lusinha no ano passado.Esse problema começou em 2003, quando os dirigentes da Santista resolveram romper o contrato com a Futura Esportes, responsabilizando a empresa pelo fracasso no Brasileiro da Série B e pelo ridículo que o técnico Israel de Jesus expôs o clube com o polêmico esquema chamado por ele de "roleta russa gigante".Conseguiram decisão favorável na Justiça em Santos, mas a empresa reverteu essa primeira decisão e tentou voltar ao comando do futebol profissional da Lusinha. A diretoria não permitiu e o impasse continua.O departamento jurídico da Futura informou que deverá tomar medidas para tomar posse em definitivo da administração e gerência do futebol profissional do clube, "diante da insistência dos dirigentes de não acatarem a decisão judicial".Enquanto a Justiça não decide, os dois times estão se aprontando. O mantido pelo clube apresentou reforços como os zagueiro tetracampeão mundial Márcio Santos e o volante Gilmar Fubá, ex-Corinthians. Outros jogadores como João Fumaça, Valdir (ex-Santos) e o zagueiro Chicão (ex-Mogi) compõem a equipe.Já a Portuguesa Santista da Futura Esportes tem em seu elenco Paulo César, ex-Joinville, e Adilson, que jogou no Santos e no Grêmio e é irmão do lateral Anderson Lima. O time conta com outros "destaques", como Bigu, primo de Robinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.