Santista tenta recuperar volante

O volante Roberto Ramos ainda está em tratamento e continua sendo uma das dúvidas do técnico Muricy Ramalho para escalar o time da Portuguesa Santista que enfrenta o líder Rio Branco, em casa, no próximo domingo, pelo Campeonato Paulista da Série A-1. Com uma lesão muscular, o jogador espera se recuperar o mais rápido possível. "Vai ser um ótimo jogo e quero estar em campo. Estou fazendo o possível para jogar", diz Ramos.O departamento médico do clube ainda não sabe quando ele estará liberado para treinar novamente. A expectativa é que Roberto Ramos possa participar do coletivo marcado para sexta-feira à tarde no estádio Ulrico Mursa, onde o time titular deve ser definido pelo treinador. Muricy, que está há um ano no comando do time santista, espera que sua equipe consiga render o bom desempenho que vem mostrando quando atua em casa. Mas alerta: "Só não podemos repetir as falhas na marcação. Estas têm que ser deixadas de lado", afirma.Apesar da dúvida quanto a Roberto Ramos, o treinador terá a volta do zagueiro Márcio Goiano, que cumpriu suspensão automática diante do São Paulo por causa do segundo cartão amarelo. Após dois dias de folga - os jogadores só se reapresentaram ontem - o time treina forte nesta quarta e na quinta-feira. A ordem no estádio Ulrico Mursa é recuperar os pontos perdidos para o São Paulo e, conseqüentemente, acabar com a invencibilidade do Rio Branco.Com 14 pontos, a Portuguesa Santista é a décima colocada. Os torcedores esperam que aconteça neste ano o mesmo que ocorreu na temporada de 1998, quando o time ganhou por 3 a 2 do Rio Branco,em Americana, na primeira fase do Paulistão daquele ano. Esta foi a única vitória da equipe da Baixada nos confrontos entre os clubes ao longo da história.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.