Santista vence Juventus mantém chance

A Portuguesa Santista fez sua parte, vencendo o Juventus por 3 a 2 neste domingo em Ulrico Mursa, e acabou sendo beneficiada pelos outros jogos da rodada. Com 12 pontos ganhos, o time tem novamente grandes chances de classificação e esta semana o técnico Nenê vai manter ritmo de atenção geral para não deixar escapar essa oportunidade na partida contra o Corinthians, o último desta fase.A Portuguesa Santista entrou em campo disposta a continuar viva no Paulista e logo aos dois minutos mostrou ao Juventus que não estava ali para brincadeira. João Fumaça cruzou da direita para o lateral Edson Mendes chutar de sem pulo e marcar o primeiro gol do time da casa. A partir daí, a equipe paulistana procurou o empate, mas seu ataque foi ineficiente.A melhor oportunidade para o Juventus ocorreu aos 27 minutos, quando Itabuna chutou forte de fora da área, obrigando Cristiano a fazer sua melhor defesa, colocando a bola para escanteio. A vantagem no placar deu tranqüilidade à santista, que passou a se defender com eficiência e a buscar o gol nos contra-ataques. Aos 31 minutos, numa dessas jogadas, Marlon cruzou da esquerda e Nando disputou a bola com a zaga em frente ao gol de William. O santista levou a melhor e marcou o segundo gol de seu time. E a Portuguesa ainda perdeu uma grande oportunidade aos 35 minutos, quando Marlon venceu o goleiro William fora da área, chutou cruzado e a zaga tirou em cima da risca.O Juventus mudou o time no intervalo em busca da reação e o técnico tirou Lisandro para a entrada de Jonilson. Mas a Portuguesa voltou a surpreender e logo aos 4 minutos Reinando cobrou falta pela esquerda de seu ataque, Beto dividiu a bola com o goleiro Willlians, que rebateu.Marlon aproveitou para marcar o terceiro gol.Mesmo perdendo por 3 a 0, o Juventus não desistiu e a persistência valeu. Aos 12 minutos, Axel derrubou o centroavante Waldo dentro da área. Itabuna cobrou o pênalti com um chute rasteiro no canto direito de Cristiano, que protegeu o esquerdo. Aos 19 minutos, a defesa da Portuguesa parou pedindo impedimento. O árbitro Romildo Pereira deixou correr, Waldo venceu a zaga e churou rasteiro no canto esquerdo na saída do goleiro, diminuindo a diferença. A Portuguesa Santista conseguiu segurar o ímpeto do Juventus e manteve o resultado até o fim, numa partida equilibrada.

Agencia Estado,

07 de março de 2004 | 18h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.