Santistas criticam atuação no 1º tempo

No intervalo, antes mesmo de entrarem para o vestiário, alguns jogadores do Santos já demonstravam irritação quanto à maneira de o time se comportar diante do Grêmio. ?O time parece um bando de molengas. Todo mundo está a dez por hora. Só o Grêmio está jogando", afirmou o zagueiro Alex. Fábio Costa endossou as palavras do companheiro. ?Não jogamos nada. Assim fica difícil." Ao final do jogo, o capitão da equipe, Paulo Almeida, lamentou que o Santos não tivesse, no primeiro tempo, a mesma pegada do segundo. ?Jogamos muito mal nos primeiros 45 minutos e o Grêmio aproveitou para fazer seus dois gols. Assim, não temos do que reclamar." O atacante Robinho, que já estava ameaçado de ficar na reserva devido às suas más atuações anteriores, nem no banco de reservas ficou.Escoltado por dois corpulentos seguranças, o jogador santista foi até o setor dos camarotes, onde se encontrava a diretoria do time paulista, sem dar qualquer tipo de explicação. Quem falou foi o médico da delegação, Carlos Braga. ?O Robinho teve uma forte infecção intestinal e foi vetado. Não tinha condições nem de ficar na reserva. Estava muito fraco."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.