Santistas desconhecem adversário

Enquanto em Santos o meia Robert renovava seu contrato por um ano, o técnico Celso Roth treinava o time em Rondônia para o jogo desta quarta-feira, contra o Ji-Paraná, às 21 horas (horário de Brasília), que marca a estréia das duas equipes na Copa do Brasil. Essa partida será disputada no estádio Cassolão, em Rolim de Moura, em Rondônia, e os santistas vão tentar uma vitória por mais de dois gols para evitar o jogo de volta.Da parte do Ji-Paraná, o técnico Da Costa vai montar uma equipe cautelosa justamente para garantir a Segunda partida, prevista para o dia 13, na Vila Belmiro.Celso Roth recomendou aos seus jogadores respeito ao adversário, que é desconhecido para os santistas, lembrando que "ninguém está nessa competição por acaso". Para ele, "o Santos precisa fazer uma partida equilibrada e vencer as dificuldades que, certamente, ocorrerão durante o jogo". O treinador santista mais uma vez não revelou a equipe, mas não poderá contar com os meias Robert, que assinou novo contrato ontem e permaneceu em Santos, e Equerdinha, que está na seleção brasileira.Quem pode surgir numa dessas vagas no lado esquerdo é o meia Canindé, que ainda não jogou este ano ou o novato Diego, que retornou da seleção sub-17. No ataque, Elano deve fazer a dupla com Oséas e a possibilidade de William, que renovou contrato e tem condição de jogo, jogar ao lado de Oséas é remota, já que os dois têm a mesma característica. Mas fica a possibilidade de cada um jogar num tempo, poupando atletas para o clássico de sábado, contra o Palmeiras.O Santos está escalado com Fábio Costa; Preto, Odvan e Cléber; Michel, Paulo Almeida, Marcelo Silva, Diego (Canindé) e Léo; Elano e Oséas. O Ji-Paraná deverá ter Júlio César; Tite, Dudu, Celso e Odair; Anderson, Washington, Gustavo e Cassiano; Juliano e Jardel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.