Ivan Storti/Santos/Divulgação
Ivan Storti/Santos/Divulgação

Santistas querem vitória sobre Atlético-MG para manter sonho do título

Jogadores vão pensar jogo a jogo na disputa com Corinthians e Palmeiras

Estadão Conteúdo

31 Outubro 2017 | 16h26

O zagueiro Lucas Veríssimo, do Santos, reforçou o discurso do elenco de continuar pensando "jogo a jogo" e sonhando com o título do Campeonato Brasileiro. Por isso, o jogador enfatizou que o time precisa ser ofensivo diante do Atlético Mineiro, no sábado, às 17 horas, na Vila Belmiro, pela 32.ª rodada da competição.

+ Para Renato, Santos terá 'sete finais' na luta pelo título

Veríssimo elogiou o adversário e frisou a dificuldade de superar a equipe mineira, mesmo em casa. O defensor garantiu que o grupo santista está focado no objetivo de manter a perseguição ao Corinthians, líder do Brasileirão, com 59 pontos (seis à frente do Santos), e reconheceu que o resultado do dérbi, no próximo domingo, poderá dar mais ânimo ao grupo na luta pelo título.

"Temos que buscar as vitórias. A equipe sabe do que precisa e sabemos desse confronto direto do Corinthians com o Palmeiras, que pode nos favorecer. Vamos fazer a nossa parte porque, lá no final, poderemos colher bons frutos. Vamos brigar até o final. Todos os jogadores e a comissão técnica querem ser campeões. Vamos brigar até o último minuto para ser campeão", destacou o zagueiro.

Pensamento semelhante tem o lateral-direito Daniel Guedes, que vem substituindo o titular Victor Ferraz, que está contundido. O atleta citou precauções que o Santos deverá adotar para superar o time atleticano e conquistar os três pontos.

"Precisamos nos defender bem, entrar ligados do começo ao fim. O Atlético tem jogadores bons, como Robinho e Fred, que em uma bola só decidem o jogo. Temos que entrar concentrados para fazer uma boa partida e conquistar a vitória, que para nós é fundamental. Temos chances na competição e precisamos fazer a nossa parte. Vamos impor nosso ritmo de jogo", afirmou o lateral.

Daniel Guedes também relembrou com carinho do gol marcado contra o Atlético Mineiro no primeiro turno do Nacional (13ª rodada do torneio), no estádio Independência, em Belo Horizonte, quando a equipe santista venceu por 1 a 0.

"Eu lembro que foi um jogo difícil, muito complicado. O time do Atlético é muito bom e bastante ofensivo. Lembro que bem no final do jogo eu fui feliz em uma cobrança de falta e acabamos saindo com a vitória. Foi algo marcante para mim, passou um filme pela cabeça", contou Daniel Guedes.

O elenco do Santos treinou, nesta terça, no CT Rei Pelé. O técnico interino, Elano Blumer, que substituirá Levir Culpi - demitido após a derrota para o São Paulo, no sábado passado - até o fim da temporada, não confirmou o time que entrará em campo para enfrentar o Atlético Mineiro.

O treinador poderá efetuar mexidas em algumas posições. A lateral esquerda, por exemplo, deverá ter Caju ou Orinho no lugar de Zeca, que está afastado do clube. No ataque, Elano tem uma lista de opções que podem ocupar a vaga de Copete, ainda não confirmado como titular. Arthur Gomes, Kayke, Vladimir Hernández, Thiago Ribeiro, Lucas Crispim ou Serginho podem surgir no time.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.